As Cruzadas

Por

As Cruzadas foram expedições realizadas por cristãos com o objetivo de libertar a Terra Santa, região onde hoje encontra-se a Palestina.

A Igreja Católica patrocinava as cruzadas para tentar fomentar o catolicismo no Oriente. As expedições ficaram conhecidas como Cruzadas pois seus participantes tinham uma cruz estampadas em suas vestimentas.

Os cristãos que seguiam as cruzadas acreditavam que alcançariam a salvação e iriam para o paraíso, caso se dedicassem a essa causa.

Ao longo dos anos, várias cruzadas foram organizadas. Muitas utilizavam pobres em suas empreitadas.

As terras conquistadas nas cruzadas foram utilizadas para a construção do Reino de Jerusalém, do Condado de Edessa, Condado de Trípoli e do Principado de Antioquia. Nesse período muitas guerras foram travadas entre muçulmanos e cristãos.

As cruzadas tinham duas ordens: os Templários e os Hospitalários. Os Templários formavam exércitos para controlar os novos domínios e construir fortalezas. Já os Hospitalários, criavam estabelecimentos para acolher os peregrinos mais pobres.

Em 1187, os muçulmanos, comandados por Saladino, foram em busca de retomar Jerusalém. Sem que ocorressse um massacre, Saladino conseguiu o controle da região.

Em 1189, a chamada Terceira Cruzada, comandada pelo rei da Inglaterra Ricardo Coração de Leão, o rei da França Filipi Augusto, e o imperador alemão Frederico Barba-Ruiva, partiu em direção à Terra Santa.

Eles não conseguiram retomar Jerusalém para a igreja católica, mas o muçulmano Saladino propôs um acordo. Ele permitiria a entrada de cristãos para peregrinações na Terra Santa.

A Quarta Cruzada aconteceu entre 1202 e 1204. A Cruzada das Crianças se deu em 1212 e a Quinta Cruzada, comandada por André II, aconteceu entre 1217 e 1221.

Depois disso, ainda ocorreu a sexta cruzada, liderada por Frederico II, em busca das cidades de Jerusalém, Nazaré e Belém. A sétima e a oitava cruzadas foram comandadas por Luís IX, rei da França.

As oito cruzadas realizadas entre os séculos XI e XIII aumentaram o comércio entre o ocidente e o oriente e enriqueceram a burguesia da Europa, mas não alcançaram o objetivo da Igreja Católica de controlar a Terra Santa.

Breve Histórico das Cruzadas:
Primeira Cruzada - (1096 – 1099) – Foi formada por cavaleiros da nobreza que tomaram Jerusalém.

Segunda Cruzada - (1147 – 1149) – Esssa expedição fracassou por causa de divergências Luís VII, da França, e Conrado III, do Sacro Império.

Terceira Cruzada - (1189 – 1192) - conhecida como ‘”Cruzada dos Reis”, comandada por Ricardo Coração de Leão, do rei francês Filipe Augusto e do rei Frederico Barbarruiva, do Sacro Império.

Quarta Cruzada - (1202 – 1204) - Financiada por venezianos com fins comerciais.

Quinta Cruzada - (1217 – 1221) - Liderada por João de Brienne. Também fracassou por causa das enchentes do Rio Nilo, no Egito.

Sexta Cruzada - (1228 – 1229) - Jerusalém, Belém e Nazaré foram retomadas.

Sétima Cruzada - (1248 – 1250) - Comandada pelo rei francês Luís IX para tomar Jerusalém, que mais uma vez estava sob o poder dos turcos.

Oitava Cruzada - (1270) – A última cruzada fracassou.

Leia também! Assuntos relevantes