O Papel da Igreja na Época Feudal

O Papel da Igreja na Época Feudal

Por

A Igreja Católica foi uma das instituições mais importantes e poderosas do período feudal. O papel da igreja nessa época ia além da função de evangelizar. Ela exercia uma forte influência na política e nas relações sociais.

No período feudal, os membros mais elevados da igreja, como os bispos, viviam entres os nobres. Toda família nobre deveria enviar um filho para que seguisse a carreira eclesiástica. Tudo naquele período era regulado pela religião.

Somente as práticas religiosas poderiam conduzir a Deus e à eternidade. Assim, a Igreja Católica se colocava como a única intermediária entre o homem e Deus.

Desde o período feudal, a igreja já tinha uma hierarquia. O comando da igreja ficava com o Papa, e as divisões internas estabeleciam o alto clero e o baixo clero.

Além desse papel religioso, a Igreja Católica também era uma grande proprietária de terras do período feudal. Durante a Idade Média, os mosteiros católicos eram considerados como centros da vida cultural e intelectual da sociedade.

Nesse período, a igreja caçava os hereges, que eram combatidos com violência pelo Tribunal do Santo Ofício. O objetivo era destruir todos os que fossem contrários à doutrina católica.

Já no fim do sistema feudal, a Igreja Católica passou por uma reforma promovida pelo papa Gregório IX. A partir do século XI, os senhores feudais já não podiam mais nomear os bispos em sua região, e também houve o fim do comércio de bens religiosos, e a imposição do celibato clerical e dos movimentos das cruzadas.

Leia também! Assuntos relevantes