Período Carbonífero

Ao longo dos milhões de anos, o planeta Terra vem sofrendo uma série de mudanças geológicas até se transformar em um habitat com as características que conhecemos hoje. E uma dessas fases marcantes de modificações ficou conhecida como Período Carbonífero. O nome foi dado pelo paleontólogo britânico William Conybeare, um dos maiores estudiosos da história do planeta.

O Período Carbonífero aconteceu entre 359 milhões de anos a 299 milhões de anos atrás, mas devido às características muito importantes e peculiares, acabou sendo muito estudado e classificado como o penúltimo período geológico da Era Paleozoica.

A duração do Período Carbonífero foi extensa e, não só por questão de tempo no planeta, mas muitos fatos importantes para a Terra aconteceram durante este intervalo, principalmente com relação à originação do carbono, tão essencial para a vida no nosso planeta.

No Período Carbonífero, os continentes que formavam a Terra ficaram cobertos por uma vegetação muito espessa, sendo ela a real responsável pela produção de depósitos imensos de carbono fóssil, tendo como um dos principais exemplos as grandes reservas de carvão mineral que se formariam posteriormente, com o passar dos anos.

Fossil de samambaia

Quais são as principais características do Período Carbonífero?

O Período Carbonífero apresenta características muito importantes e essenciais para entender melhor como aconteceu o desenvolvimento do nosso planeta. As primeiras grandes florestas da Terra surgiram durante este período geológico. Assim, muitas espécies vegetais surgiram e encontraram condições para viver.

Já pensou como era o planeta antes do Período Carbonífero e como ele ficou depois da formação das florestas? A mudança foi imensa e profunda, alterando todo o ecossistema do nosso planeta!

Neste sentido, durante o Período Carbonífero, muitos artrópodes e anfíbios apareceram como espécies novas, que se adaptaram às condições da natureza.

Os primeiros répteis também surgiram no Período Carbonífero, assim como uma infinidade de insetos que começaram a aparecer e se espalharam pelas florestas que estavam surgindo e se solidificando nos continentes do planeta.

Vários cientistas estudaram o Período Carbonífero e verificaram que durante este período geológico o oxigênio era abundante na Terra, já que a atmosfera registrava cerca de 50% mais oxigênio do que temos hoje, para se ter uma ideia.

Por isso, na época, os artrópodes eram muito grandes, diferente das espécies que conhecemos atualmente, graças ao excesso de oxigênio do Período Carbonífero.

Outra característica importante da atmosfera no Período Carbonífero era o excesso de dióxido de carbono: 3 vezes mais do que havia antes da era industrial!

Ou seja, estamos falando de bastante dióxido de carbono livre na atmosfera e isso influenciava a vida no planeta, inclusive na temperatura. A média era de 15°C, o que seria suportável para praticamente todos os seres humanos, atualmente.

O nível de água dos oceanos passou a reduzir na metade do Período Carbonífero, causando o desaparecimento de muitas espécies marinhas. Entre as alterações mais importantes deste período geológico está o surgimento de uma glaciação forte e determinante na região sul do globo terrestre.

Na época, os continentes formavam a Pangeia, um supercontinente que unia todos os continentes que temos hoje separadamente.



Período Carbonífero

Por

Compartilhe