Introdução

A Globalização é um fenômeno mundial, desencadeado pelo capitalismo, em que acontece uma aproximação econômica e cultural das diversas nações do planeta. A globalização pode ser classificada como um processo econômico e social, onde os países passam a interagir, realizando transações financeiras e comerciais, abrindo as fronteiras e os mercados internos.

Nesse processo também ocorre a troca de informações culturais, conectando o mundo num só e diminuindo as distâncias entre os diversos países.

Com a globalização, as relações culturais e econômicas mundiais começaram a se influenciar reciprocamente. O processo da globalização teve início no final do século XX, depois da queda do socialismo no Leste Europeu e na União Soviética, marcado pelo fim da Guerra Fria.

Esse processo foi fomentado pela expansão do neoliberalismo, na década de 1970. A globalização favoreceu as indústrias por abrir novos mercados consumidores e por estabelecer uma concorrência saudável na oferta de produtos, o que barateou os preços para o consumidor final. No entanto, o desenvolvimento tecnológico e sua expansão contribuíram para o aumento do desemprego em algumas nações.

Em razão da globalização vários países optaram por participar e criar blocos econômicos que realmente colocassem em prática a integração econômica, como Mercosul, Zona do Euro, Alca, G8, entre outros.

Hoje, a Internet e os meios de comunicação via satélite fortalecem ainda mais o conceito de mundo globalizado.

O mundo sem fronteiras

Conceito

Se caracteriza como um processo econômico e social que estabelece uma relação entre os países e as pessoas do mundo. É através desse processo que as pessoas, os países e seus governantes trocam ideias, fazem transações financeiras e comerciais, espalhando aspectos culturais pelos quatro cantos do mundo.

Para resumo, é onde as distâncias entre as pessoas ficaram mais curtas, o que facilita as trocas culturais e econômicas.


Origem da Globalização

A origem da Globalização se dá lá no século XV, enquanto o período mercantilista vigorava. Diversas nações europeias partiam em viagens a fim de descobrirem novas terras.

Já no século XVIII houve um aumento significativo do fluxo de força de trabalho entre os países e os continentes, principalmente na África e na Ásia.
Os europeus entraram em contato com outros povos, em outros continentes, mantendo assim, uma relação comercial e cultural. Quando chegou o século XIX e com ele a invenção da eletricidade, as ferrovias e os navios a vapor, conseguiram encurtar as distâncias e, com isso, foi mais fácil a chegada dos produtos aos lugares mais longínquos.

Todas essas transformações intensificaram-se, ganhando maior destaque após a Segunda Guerra Mundial. Com o fim a União Soviética, já não existia mais uma barreira que dividia o mundo. Os países que se denominavam comunistas passariam a adotar o liberalismo e o capitalismo como forma de governo e política econômica.

Com isso, nasce o neoliberalismo, que faz com que o processo de globalização seja impulsionado, atingindo os quatro cantos do mundo.


Características da Globalização

Com a Globalização, algumas coisas puderam ser marcadas, como:

  • Integração social, políticas e econômica;
  • União do mercado mundial;
  • Fortalecimento das relações internacionais;
  • Aumento da produção e do consumo de bens e serviços;
  • Avanço tecnológico e dos meios de comunicação;
  • Velocidade das informações;
  • Empresas multinacionais e transnacionais;
  • Maior concorrência econômica;
  • Surgimento de blocos econômicos;
  • Maior utilização de máquinas nas atividades executadas;
  • Crescimento da economia informal;
  • Valorização da mão-de-obra;
  • Privatização das empresas estatais.


Globalização Econômica

A Globalização oferece um acúmulo de conhecimentos, com isso, há um aumento na produção, o que faz com que os produtos sejam mais baratos.
Além disso, cada país terá uma forma de produzir um determinado produto, embora a sua finalidade seja a mesma.

Isso se dá pelo objetivo de reduzir os custos pela exploração da mão-de-obra, matéria prima e energia nos países em desenvolvimento.

O intuito da Globalização é encurtar as distâncias, promovendo uma troca de culturas e economias, fazendo a conexão entre os países e as pessoas do mundo.

União das culturas dos povos

Globalização Cultural

A abertura dos mercados permite que a pessoa compre produtos importados de qualidade com preços acessíveis. Isso faz com que haja um acordo mundial que estabelece o barateamento das tecnologias e dos métodos de produção.

A internet é o ícone mais notável da Globalização. É através dela que existe a possibilidade de uma troca maior de cultura, conhecimentos, entre as pessoas.

Vantagens e desvantagens

Os pontos positivos da Globalização são:

  • Avanços tecnológicos;
  • Facilidade no fluxo de informações e de capitais;
  • Conhecimento de novas culturas
    Interação entre os povos do mundo.

Já os pontos negativos, são:

  • Maior parcela de dinheiro com os países desenvolvidos.
  • Má distribuição de riqueza entre ricos e pobres.
  • Perda/diminuição/modificação das tradições e costumes de uma determinada cultura

Veja também:

Leia também! Assuntos relevantes