Tecnopolos da Globalização Mundial

Tecnopolo é um centro tecnológico, onde estão reunidas diversas atividades de pesquisa e desenvolvimento, em várias áreas da alta tecnologia, como institutos e centros de pesquisas, empresas e universidades, que servem como pontes, que fazem a ligação entre esses lugares, facilitando os contatos entre pessoas e as instituições, fazendo com que haja uma economia de aglomeração ou de concentração espacial do desenvolvimento tecnológico.

Essa sinergia promove o desenvolvimento de inovações técnicas, com novos processos e novas ideias. São eles que concentram, geralmente, uma grande quantidade de mão de obra altamente qualificada, com professores de universidades e pesquisadores, todos com níveis de pós-graduação, como doutorado, pós-doutorado e PHD, além de muitos especialistas.

O objetivo principal do Tecnopolo é facilitar a criação e o melhoramento dos produtos e das técnicas. O resultado disso é que eles são absorvidos pela indústria de alta tecnologia, que se instala nesses mesmos lugares.

Os tecnopolos estão ligados diretamente com a 3ª Revolução Industrial, representando as grandes regiões industriais, assim como representavam na 1ª Revolução Industrial.


Quando se deu esse surgimento?

Os polos tecnológicos começaram a se desenvolver nas cidades, a partir da segunda metade do século XX, com o grande avanço tecnológico da época. Nessa época, diversas empresas estavam querendo se fixar em cidades que continham universidades que desenvolviam projetos e pesquisas no ramo tecnológico.
Além de procurar por novos conceitos tecnológicos, essas empresas também buscavam por mão de obra qualificada.

Hoje em dia, existem milhares de tecnopolos espalhados pelo mundo, principalmente nos países desenvolvidos em desenvolvimento, produzindo software, tecnologia da informação, biotecnologia, criação de aplicativos, robótica, automação industrial e telecomunicações.

Os primeiros tecnopolos foram criados nos Estados Unidos, quando a Intel, em conjunto com a Universidade de Stanford e a UCLA, criaram um polo de desenvolvimento tecnológico na área da computação e informática, que ficou conhecido como Vale do Silício.


Quais são as principais características desses tecnopolos?

As principais características dos polos tecnológicos são:

  • Estão presentes nas melhores universidades, com cursos de áreas de tecnologia de ponta e desenvolvimento de pesquisas;
  • Possui uma grande quantidade de mão de obra qualificada, em diferentes frentes as tecnologias;
  • Incentiva os municípios a criarem novos polos tecnológicos em determinadas áreas e bairros da cidade;
  • Estão sempre localizados em grandes centros urbanos ou o mais próximo possível deles, para que possam aproveitar a infraestrutura do lugar.
  • Locais onde estão localizados os polos tecnológicos no Brasil e no mundo


No Brasil, as cidades que contêm Exemplos de cidades tecnopolos no Brasil:


EMBRAER
 
Campinas (SP) – concentra laboratórios tecnológicos da Universidade de Campinas, empresas de tecnologia de ponta, incubadoras e parques industriais. É a maior cidade tecnopolo do Brasil.

São José dos Campos (SP) – tem o destaque de ter a presença do ITA e da EMBRAER.

São Carlos (SP) – a presença da Universidade Federal de São Carlos justifica a grande quantidade de empresas de tecnologia de ponta na cidade. 

Blumenau (SC) – destaque para a área de desenvolvimento de softwares.

Recife (PE) – destaque para a presença do Porto Digital, com várias empresas das áreas de softwares e economia criativa.

Belo Horizonte (MG) – presença do Parque Tecnológico de Belo Horizonte (BH-TEC), ligado à Universidade Federal de Minas Gerais. 


E no mundo:


Vale do Silício

Palo Alto, São Francisco e Santa Clara (cidades do Vale do Silício na Califórnia, EUA) – região com grande concentração de empresas de tecnologia, principalmente, Tecnologia da Informação, microinformática (desenvolvimento de chips de computador) e desenvolvimento de softwares diversos. Essas empresas são beneficiadas pelas inovações tecnológicas geradas nas universidades de Stanford, Berkeley e UCLA (Universidade da Califórnia).

Boston (no estado de Massachusetts, EUA) – grande concentração de empresas voltadas para tecnologia de ponta. Presença de excelentes universidades: MIT e Harvard. 

Cambridge e Londres – na Inglaterra.

Kansai e Tsukuba no Japão.

Taedok – na Coreia do Sul.

Munique – na região sudeste da Alemanha.

Paris Axe Sud – região metropolitana de Paris (França).


Veja também: O que é globalização?

Leia também! Assuntos relevantes