Adolf Hitler

Por

Adolf Hitler foi um dos homens mais cruéis da história da humanidade, sendo o responsável pela morte de milhões de judeus, ciganos, comunistas, homossexuais e pessoas com deficiência durante o Holocausto. Hitler nasceu em 20 de abril de 1889, na cidade de Braunau, na Áustria.

O ditador não foi um jovem de grande destaque intelectual. Ele abandonou a educação formal em 1905, não conseguiu empregos formais e tentou seguir uma carreira artística, mas foi rejeitado pela Academia de Artes de Viena.

Aos 18 anos de idade, Hitler passou a viver com o dinheiro herdado após a morte de seu pai. Em 1903, Hitler começou a se interessar por política, simpatizando com o Partido Cristão-Socialista anti-semita, de característica nacionalista.

Durante a Primeira Guerra Mundial, Adolf Hitler se juntou ao exército alemão, no posto de cabo. Em sua trajetória militar, ele ganhou vários prêmios por bravura, como a Cruz de Ferro de Primeira Classe.

Em 1919, Hitler iniciou sua participação no Partido dos Trabalhadores Alemães, um grupo nacionalista anti-semita. O ditador conquistou uma boa reputação política e se destacou como orador.

Em 1921, Adolf Hitler começou a reunir um grande grupo de pessoas em torno do nazismo. Ao tentar um golpe de estado, o ditador acabou preso. Na cadeia, ele escreveu sua obra "Mein Kampf".

Depois de deixar a prisão, Hitler voltou a reunir uma multidão de seguidores. Em 1930, os nazistas já somavam 6,5 milhões de votos. Nas eleições presidenciais de 1932, Hitler alcançou o segundo lugar. Ele acabou nomeado como chanceler.

Em 1934, Hitler conquistou o poder supremo na Alemanha e iniciou uma forte campanha contra os judeus, considerados inimigos dos alemães. O governo do ditador conquistou grande parte da Europa Ocidental, implantou campos de concentração e determinou o maior genocídio da história mundial, sendo responsável pela morte de cerca de 11 milhões de pessoas.

O declínio do poder de Hitler na Alemanha fez com que o ditador cometesse suicídio em 30 de abril de 1945, junto com sua namorada Eva Braun. Contraditoriamente ao ódio que Hitler tinha por judeus, a tataravó do ditador era judia.

Leia também! Assuntos relevantes