Salazarismo

Nos anos 1933, em Portugal, surgiu o chamado Estado Novo Português que de denominou-se Salazarismo.

O salazarismo se findou nos anos de 1974 por meio da Revolução dos Cravos.

Ele foi um regime ditatorial e, como já citamos, ficou conhecido como Estado Novo e quanto a denominação "salazarismo" se deu por fazer menção a Antônio de Oliveira Salazar.

Antônio Salazar era chefe do governo português e seu regime ditatorial somente foi derrubado com a chamada Revolução dos Cravos onde se deu a reconstrução da democracia portuguesa.

Esperamos que você possa entender de forma clara e objetiva todas as informações e, consequentemente, sanar todas as suas dúvidas a respeito do assunto.

Vamos entender melhor como se deu esse regime e seus principais fatos históricos.

Lembre-se de ler com calma e atenção e deixamos uma dica: pegue uma caneta e vá reescrevendo, dessa forma você aprenderá o conteúdo com maior facilidade.

Vamos começar aprendendo sobre a sua história e, por conseguinte, como nasceu esse período da história portuguesa que chamamos de Salazarismo.

História do Salazarismo

Nos anos de 1910 se deu a queda da então Monarquia Constitucional Portuguesa onde se implementou a república no país.

A Primeira República Portuguesa foi um período onde houve muitos problemas de cunho econômico no país, justamente por ser uma época politicamente conturbada.

Portugal participou da Primeira Guerra Mundial, o que fez com que seu desenvolvimento, como um todo, ficasse prejudicado.

Já nos anos de 1920, devido a essa grande crise, os discursos ditatoriais de regime de exceção começaram a ganhar força no país.

Em 28 de Maio de 1926 houve um golpe em Portugal, golpe esse que ficou conhecido como Ditadura Nacional.

Já em 1928 um professor universitário de Coimbra, Antônio Salazar, foi nomeado chefe do Ministério das Finanças.

Já em 1933 ele foi convidado a assumir como presidente do Conselho de Ministros, o que na prática, o deixava como Chefe de Estado.

Foi a partir disso que se deu início ao que chamamos de ditadura salazarista, que por sua vez, denominou-se Estado Novo.


Estado Novo Português

No cargo de presidente do Conselho de Ministro Salazar se organiza e começar a implementar uma nova constituição.

Ressaltamos que foi em 1933 que o regime salazariano inaugura o Estado Novo.

Esse período seria marcado por uma forte prática antidemocrática, colonialista, antiliberal, conservadora e corporativista.

Grande parte dos historiadores trazem a ditadura salazarista com norte fascista, no entanto, hoje, muitos historiadores contextuam o movimento como não fascista.

Não existem um conscenso entre os historiadores acerca do Salazarismo.

Características do Salazarismo

Houve concentração do poder político que ficava nas mãos dos líderes.

No que tange ao corporativismo, o Estado passou a mediar a relação patrão/empregado. Seu principal objetivo era desarticular os sindicatos e os conflitos de classe que aconteciam em Portugal.

Aconteceu uma forte perseguição aos partidos, e por sua vez, aos opositoes do regime. Único partido com autorização de funcionamento era a União Portugal.

A censura ganhou muita força e só poderia se divulgar informaçoes que vinham ao encontro da ideologia do governo português.

Combate ao comunismo era realizado com ações diretas do governo, pois desse modo se calava uma parcela da população que tinha bases comunistas. Portanto, contrária aos pensamentos ditatoriais.

No que tange ao colonialismo e ao nacionalismo, o governo brigou pelo império colonialista português.

O lema carregado pelos ideais conservadores era: "Deus, Pátria, Família".

Antonio de Oliveira Salazar

Salazarismo - Como se Deu Seu Fim

Nos anos 1960 houve a degradação do regime, principalmente por questões de cunho econômico.

Em comparação aos países vizinhos, Portugal ficava muito atrás e, como se não bastasse, o país ainda participou de diversas guerras coloniais.

Guerras essas que tinham como foco impedir a independência das colônias asiáticas e africanas que o país tinha.

A situação econômica do país, cada vez mais, se agrava, muito por ser extremamente antipopulista.

As guerras coloniais não agradavam a população o que fazia com que a situação fosse cada vez mais complicada.

A luta contra a idependência em paises como: Moçambique, Goa, Angola, Guiné-Bissau e Timor-Leste deixou a situação cada vez mais insustentável.

Foi Marcello Caetanos que nos anos de 1968 substituiu Antônio Salazar que estava muito debilitado.

Em 1970 Salazar acabou falecendo aos 81 anos de idade.

Mesmo com um novo comando o Estado Novo continuou a nortear Portugal.

Os mais conservadores não aceitavam as propostas de mudanças que, por sua vez, abririam de alguma forma o regime ditatorial.

Insatisfeitos com as açoes de Marcello Caetano, a ala mais conservadora organizou um golpe.

Tal golpe ficou conhecido como a Revolução dos Cravos ocorrido em 25 de Abril de 1974.

As tropas portuguesas invadiram os principais espaços em Lisboa e ordenaram a destituição de Marcello do comando.

Foi nesse período da história que a chamada Revolução dos Cravos derrubou a ditadura e começou a restituição do estado democrático português.
Nos anos seguintes Portugal fortaleceu sua democracia.

Foi assim que se deu o Salazarismo e esperamos que você tenha sanado todos as sua dúvidas.

Releia o texto com calma e atenção e assimile ainda mais esse pedaço da história.


Resumo

O Salazarismo foi um regime político de Portugal, também chamado de Estado Novo. Neste regime, o autoritarismo e uma relação corporativista foram implementados.

Essa forma de fazer política durou 41 anos em Portugal, sem interrupção. Aprovado em 1933, a partir de uma nova Constituição, ele vigorou até o ano de 1974, quando foi derrubado pela Revolução do 25 de Abril.

Esse regime político foi criado sob bandeiras ideológicas e propagandísticas. O objetivo era de se assinalar a entrada de uma nova era, aberta pela Revolução Nacional de 28 de Maio de 1926.

O nome salazarismo é uma referência a Antonio de Oliveira Salazar, fundador do regime e líder do mesmo. Salazar assumiu o cargo de Ministro das Finanças em 1928.

A designação salazarismo reflete o fato desse novo governo de Portugal ter se centrado na figura do "Chefe" Salazar e ter sido marcado por seu estilo pessoal de governar.

O sucessor de Antonio de Oliveira Salazar no “Estado Novo” foi Marcello Caetano (1933-1974), que deu continuidade a forma de governar inerente ao primeiro chefe do salazarismo.



Salazarismo

Por

Compartilhe