Período Cambriano

História
Por

Em um curto período geológico, o planeta Terra passou por uma intensa mudança, em um espaço de tempo entre 541 milhões de anos atrás e 485 milhões de anos atrás, classificado como Período Cambriano.

Neste período, os organismos multicelulares se fortaleceram e foram responsáveis pela imensidão de vida no planeta. A divisão do planeta era separada pelo Gondwana, mais ao sul, e outros espaços de terra menores que ficavam perto dos trópicos.

Os principais fósseis deste período foram encontrados nos seguintes lugares:

  • Emu Bay – Austrália
  • Burgess – Canadá
  • Maotianshan – China

centopeia prehistorica

Os animais de corpo mole formavam uma fauna primitiva, mas diversificada, com várias espécies. A predação era um comportamento comum. Os principais animais esqueléticos eram os seguintes:

  • Anomalocaris
  • Braquiópodes
  • Trilobitas

A fauna diversificada foi classificada como Explosão Cambriana, sendo que a fauna composta por pequenos animais com preservação das partes duras e reconhecidos como metazoários primários foi denominada Fauna Tommotiana.

A Rússia apresentou uma grande quantidade destes fósseis, com formação esquelética, entre os quais estão os seguintes:

  • Cones
  • Espículas
  • Anelídeos
  • Moluscos
  • Braquiópodes
  • Tubos
  • Conchas
  • Entre outros.

Os responsáveis pelos recifes primários, os arqueociatídeos que acabaram sendo extintos, merecem destaque também.

Os metazoários eram bastante diversificados no período e a Fauna Chengjiang, encontrada na China, apresentava mais de 60 artrópodes e 180 espécies de esponjas, mostrando a variedade de organismos de corpo mole. Merecem destaque os seguintes:

  • Trilobitas
  • Opabinia
  • Wiwaxia
  • Hallucigenia
  • Anomalocáridus

Uma fauna com corpo mole repleto de detalhes foi encontrada na Fauna do Folhelho Burgess, mostrando informações importantes sobre a vida no planeta, graças à preservação dos fósseis, registrando bastante sobre a diversificação ocorrida no Período Cambriano.

A fauna fóssil foi observada quase intacta em rochas no Canadá e os cientistas conseguiram encontrar vários organismos invertebrados e que não correspondem a nenhum ser atual. A riqueza é imensa, com cerca de 120 gêneros para 140 espécies. Somente de trilobitas foram encontrados 14 gêneros!

Também merecem destaque os seguintes organismos:

  • Equinodermos holotúróideos
  • Vários anelídeos
  • Polipóideos
  • Medusóideos
  • Celenterados
  • Entre outros

O Período Cambriano ainda foi marcado pela vida nos mares. E o principal motivo para a Explosão Cambriana, um período reconhecido pela variedade de vidas, se dá justamente pela ausência dos predadores no espaço aquático.

Os predadores ainda estavam em fase de desenvolvimento, enquanto se formavam os recifes e as conchas. Os mares ainda passariam por uma extensa alteração química, influenciada principalmente pela quantidade de oxigênio no planeta e pela temperatura da Terra.

Compartilhe