O bioma Pantanal é a maior planície inundável do mundo. Possuindo uma área de 250 mil quilômetros quadrados, sua extensão vai da Bolívia, passando pelo Paraguai e chegando no Brasil, onde fica localizado aproximadamente 62% de todo o pantanal, concentrados nos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Colocado na parte central da Bacia Hidrográfica do Alto Paraguai, o Pantanal é influenciado pelo Rio Paraguai e por seus diversos afluentes, que alagam a região, o que forma grandes áreas alagadiças.

Considerado pela UNESCO como um “Patrimônio Natural Mundial” e “Reserva de Biosfera”, tem como grande característica possuir uma grande biodiversidade, mesmo que alguns destes animais estejam ameaçados de extinção, como a onça-pintada, onça-parda, cervo-do-pantanal, arara azul, entre outros.

onça-pintada

onça-parda

cervo-do-pantanal

arara azul


Como é o clima e a vegetação do Pantanal?

Tendo como grande característica a alternância de períodos de muita chuva, que geralmente acontecem entre outubro a março, e períodos de seca, que vão dos meses de abril a setembro, o clima do Pantanal é, predominantemente, Tropical Continental, marcado pelas altas temperaturas e pelo grande índice de chuvas. Resume-se a um verão quente e chuvoso e um inverno seco e frio.

Rio e vegetação do Pantanal

Com isso, na época em que as chuvas ocorrem, o Pantanal fica intransitável, não havendo possibilidade de andar por terra. Já no período de seca, os rios ficam secos, e tudo o que resta é o barro, daí vem o nome Pantanal.

O solo que se forma acaba sendo utilizado como áreas de pastagens para o gado. Sua vegetação pantaneira, nas áreas que ficam alagadas, encontram-se as gramíneas, já nas regiões intermediárias, pequenos arbustos e uma vegetação rasteira de desenvolvem. Nas partes mais altas, a paisagem fica parecida com a Caatinga, com árvores de grande porte.

No Pantanal, é comum se verificar a formação de vegetais como o carandazal, que é formado pelas palmeiras carandá e o buritizal, que é onde predominam os buritis.

Sendo bastante diversificada, a flora da região acaba formando um mosaico de plantas do Cerrado, da Floresta Amazônica, da Mata Atlântica e Chaco, paraguaio ou boliviano.

Pantanal, vista aerea
Crédito da foto: ms.gov.br


E quanto à fauna do Pantanal?

É muito provável que a fauna mais rica do planeta esteja presente no Pantanal, que possui diversas espécies de peixes, aves, mamíferos, répteis e anfíbios.

Segundo estudos realizados na região, o bioma possui aproximadamente 1.000 espécies de borboletas, 650 de aves, 120 espécies diferentes de mamíferos, 260 só de peixes e mais 90 de répteis.

Jacarés, Rio Pantanal

Os animais que mais se destacam na fauna do ecossistema pantaneiro são:

  • Aves – tuiuiús, que são as aves símbolos do Pantanal, a arara-azul, tucanos, periquitos, garças-brancas, jaburus, beija-flores, jaçanãs, emas, seriemas, papagaios, colhereiros, gaviões, carcarás e curicacas;
  • Répteis – jacarés, tanto o do pantanal quanto o de coroa, lagartos, sejam eles camaleões ou calangos-verde, cobras, como sucuris, jiboia, cobras d’água e quelônios, como o jabuti e o cágado;
  • Mamíferos – capivaras, ariranhas, porco do mato, tamanduá, cachorro-do-mato, anta, preguiça, onça-pintada, veado-campeiro, veado catingueiro, lobo-guará, macaco-prego, cervo do pantanal, bugio, quati e tatu;
  • Peixes – piranha, pacu, cachara, curimbatá, dourado, jaú e piau.


Veja também:

Florestas

Biodiversidade

Biomas Brasileiros

Fauna

Região Centro Oeste do Brasil

Agricultura no Centro-Oeste do Brasil

Comidas Típicas - Região Centro Oeste do Brasil

Leia também! Assuntos relevantes