Paleontologia

A paleontologia é a ciência que encontra, estuda e pesquisa fósseis, com o objetivo de oferecer respostas para as perguntas sobre a nossa ancestralidade. Criada por um cientista da França, chamado George Cuvier, em 1812, essa ciência une conhecimentos de geologia e biologia.

A paleontologia, através da descoberta de fósseis, reforçou a Teoria da Evolução e atualmente é muito utilizada em trabalhos relacionados a combustíveis fósseis.

Entre os ramos da paleontologia, estão Paleoetologia, Paleocologia, Paleobotânica e Paleozoologia. Na prática, estes conceitos se referem a estudar condições ambientais passadas e espécies extintas, como plantas e animais.

Para o desenvolvimento dos estudos paleontológicos, os fósseis precisam se formar. Isso acontece com a morte de algum organismo, que fica depositado na terra, passando por uma série de processos químicos e físicos, tornando-se um resto de vestígio com mais de 10 mil anos de existência.

Estamos bastante acostumados com ossos de dinossauros, mas existem outros tipos de fósseis, tais como:

  • Animais menores;
  • Plantas;
  • Bactérias;
  • Entre outros organismos.

A paleontologia se utiliza de várias técnicas para que os fósseis sejam encontrados, estudados e devidamente preservados. Depois que acham os fósseis guias, os mais comuns e fáceis de reconhecer, os cientistas partem para o estudo de fósseis vivos, que são aqueles que praticamente não sofrem mutações, mesmo em milhões de anos.

A paleontologia também precisa datar suas descobertas e, para isso, são usadas técnicas que avaliam a idade aproximada de determinado fóssil. Existem duas maneiras de datação:

  • Datação Relativa: através de comparações com outros fósseis, para saber se o encontrado é mais antigo ou novo;
  • Datação Absoluta: feita com cálculos que utilizam elementos radioativos para identificar, numericamente, a idade do fóssil.


Tiranossauro Rex, fóssil

A técnica do carbono 14 é a mais conhecida dos estudiosos de paleontologia. Para conservar os fósseis, os especialistas em paleontologia adotam técnicas como incrustração, mumificação, silicificação, incarbonização, entre outras.

Existem outros elementos de conservação de fósseis na paleontologia, tais como:

  • Ovos;
  • Sinais de vida;
  • Pegadas;
  • Rastros;
  • Fezes;
  • Entre outros materiais.

A ciência da paleontologia emprega a tecnologia e os conhecimentos mais avançados para analisar os tempos geológicos que ficaram no passado. O estudo é um braço da biologia e se dedica a entender o desenvolvimento da Terra ao longo dos anos.

Os profissionais que trabalham com registros pré-históricos e fósseis atuam no sítio paleontológico e também em museus, laboratórios, centros de pesquisas e universidades. Essa é uma carreira que exige muita pesquisa. No Brasil, uma instituição que oferece uma excelente especialização em Paleontologia é a Universidade Federal do Ceará.


Veja também:

Evolução das Espécies

Era Pré-Cambriana

Seres vivos

Paleontologia



Por

Compartilhe