Cidades Sustentáveis

Cidade sustentável é aquela pautada em um propósito de reduzir impactos ambientais, visando melhorar a qualidade de vida das pessoas, por meio de agendas que visam preparar as cidades para as futuras gerações. Com ações educacionais de conscientização, planejamento urbano e uma serie de diretrizes que norteiam uma economia sustentável, trazendo para si toda a responsabilidade ambiental local.

Podemos dizer que no Brasil hoje, não há nenhuma cidade sustentável, mas há projetos de inicialização, que traçam um longo caminho a ser percorrido para as cidades que pretendem usufruir desse benefício de ser uma cidade sustentável.

Uma cidade para ser sustentável deverá prezar por: uma economia sustentável sólida, longevidade cultural e sem dúvidas, responsabilidade ambiental. Esses são os três alicerces que todo o gestor público deverá levar em consideração quando planejar o futuro de sua cidade.

Segundo a ONU, no mundo, mas da metade das pessoas do globo moram em regiões urbanas. E a previsão é que até 2050 mais de setenta porcento da população vivam em áreas urbanas. Esse número mostra a real importância de haver planejamento e objetivos claros para tornarem as cidades sustentáveis, já que isso é o que garantirá o equilibrio necessário para reduzir a emissão de carbono e a preservação natural para as futuras gerações.
As mudanças climáticas extremas tornará cada vez mais comum inundações, furacões, tempestades, deslizamentos, secas e todos os problemas que possam acontecer, se os rumos não forem redesenhados, e além das perdas humanas, a economia deverá ser impactada de maneira brutal.

Nosso cenário atual no planeta mostra que a realidade está muito longe do que deveria ser, isso pensando em sustentabilidade, isso porque, consumimos mais energia do que produzimos, sujamos o meio ambiente mais do que limpamos, práticas essas que com o passar do tempo tornará a vida humana na Terra insustentável.

Várias cidades no mundo já sofrem as consequências da degradação do meio ambiente, da falta de investimento em uma infraestrutura urbana adequada, da falta de planejamento de tráfego urbano, o que gera impacto direto na qualidade de vida das pessoas que ali vivem, e na degradação dos recursos ali utilizados.

Rever a forma de consumo dos recursos naturais, não deve ser visto como algo a ser feito no futuro, o planejamento e as ações precisam iniciar agora, já que a demanda por recursos é crescente, e cresce conforme as cidades crescem.

A matriz econômica atual é incompatível com o crescimento econômico sustentável. Os desafios para os gestores públicos e para a população são muitos, mas com a diretriz correta, poderemos chegar lá.

Assista:

Programa Cidades Sustentáveis (PCS)


O Programa Cidades Sustentáveis (PCS) age para promover o desenvolvimento sustentável das cidades. Esse programa atua de forma educativa e gratuita para transformar gradualmente os espaços urbanos. A plataforma disponibiliza acesso dos gestores públicos a toda agenda de sustentabilidade urbana e informações necessárias para planejar uma cidade sustentável, e esse planejamento municipal engloba um conjunto de indicadores de controle, num total de 260 indicadores relacionados aos mais diversos setores da gestão pública.

Iniciado em meados de 2012, o PCS tenta sensibilizar governantes locais para a importância desse planejamento municipal, para todos os aspectos cotidianos da vivência das pessoas em centros urbanos, tais como aspectos ambientais, dimensões sociais, aspectos culturais, econômicos e políticos.

Podemos afirmar então que o programa é uma metodologia de apoio à gestão pública.

ilustracao, predio e natureza

Os doze eixos do programa cidades sustentáveis abrangem:


  • 1. Ação local para a saúde
  • 2. Bens naturais comuns
  • 3. Consumo responsável e opções de estilo de vida
  • 4. Cultura para a sustentabilidade
  • 5. Do local para o global
  • 6. Economia local, dinâmica, criativa e sustentável
  • 7. Educação para a sustentabilidade e qualidade de vida
  • 8. Equidade, justiça social e cultura de paz
  • 9. Gestão local para a sustentabilidade
  • 10. Governança
  • 11. Melhor mobilidade, menos tráfego
  • 12. Planejamento e desenho urbano

Os 12 eixos trabalham alinhados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) designados pelas Nações Unidas.


Agenda 2030


Com o propósito global, a agenda 2030 possui 17 objetivos claros e 169 metas para erradicar a fome e a pobreza no mundo.

A agenda 2030 foi firmada e aprovada em 2015 na Cúpula das Nações Unidas. No Brasil em 2016 foi criada a Comissão Nacional para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (CNODS) para atender a demanda da agenda 2030.

Por que Agenda 2030?


O ano de 2030 é o prazo para que o mundo alcance as metas propostas por esse acordo da agenda da ONU. Essa promessa vinculada aos 17 objetivos e 169 metas está intrínseca aos 5Ps:
  • Pessoas
  • Planeta
  • Prosperidade
  • Paz
  • Parceria


Os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030


  • 1. Acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares
  • 2. Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável
  • 3. Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades
  • 4. Assegurar a educação inclusiva e equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos
  • 5. Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas
  • 6. Assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todos
  • 7. Assegurar o acesso confiável, sustentável, moderno e a preço acessível à energia para todos
  • 8. Promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo e trabalho decente para todos
  • 9. Construir infraestruturas resilientes, promover a industrialização inclusiva e sustentável e fomentar a inovação
  • 10. Reduzir a desigualdade dentro dos países e entre eles
  • 11. Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis
  • 12. Assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis
  • 13. Tomar medidas urgentes para combater a mudança climática e seus impactos (*)
  • 14. Conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável
  • 15. Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra e deter a perda de biodiversidade
  • 16. Promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis
  • 17. Fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável

Fonte da lista / Faça o download do PDF da agenda 2030: Nacoesunidas.org / agenda2030-pt-br.pdf


Propósito de uma Cidade Sustentável


Uma Cidade Sustentável tem como propósito principal proteger os recursos naturais e o meio ambiente para as próximas gerações, por meio de políticas públicas, já que os centros urbanos são os maiores causadores das degradações que ocorrem a natureza, através da poluição e uso inadequado dos recursos.

Características e propósitos comuns de uma Cidade Sustentável


  • Coleta de lixo e destinação adequada aos resíduos, reciclagem e programas de compostagem
  • Tratamento da água, proteção dos mananciais
  • Reaproveitamento da água da chuva
  • Produzir e utilizar fontes de energia sustentáveis, como a energia solar, termal e eólica
  • Ofertar transporte público de qualidade, promovendo a diminuição do tráfego urbano, incentivo a utilização de veículos elétricos, movidos a hidrogênio e a veículos que utilizem combustíveis de forma mais eficientes
  • Educação e lazer, promovendo o aprendizado das boas práticas sustentáveis
  • Incentivo a economia verde e a produção local dos pequenos produtores

Cidades Sustentáveis no Brasil


Não há nenhuma cidade sustentável no Brasil. Ocorre que existem cidades com projetos em desenvolvimento nessa direção. Com suas políticas públicas reativas, que só entram em ação após algum desastre ambiental, infelizmente ainda há muito caminho a ser percorrido.

Segundo o site Cidades sustentáveis mais de 200 cidades aderiram ao Programa Cidades Sustentáveis.

Assista e entenda mais do que está sendo feito no Brasil:

Acesse as informações oficiais sobre cidades sustentáveis do governo Brasileiro: Ministério do Meio Ambiente

Exemplo de municípios que caminham em direção de serem cidades sustentáveis:

  • Novo Horizonte - SP
  • Curitiba - PR
  • Londrina - PR
  • João Pessoa - PB

Exemplos das 10 Cidades mais Sustentáveis do Mundo


Listamos as 10 cidades no mundo mais comprometidas com as propostas de uma cidade sustentável. [Fonte.]

1. Copenhagen, Dinamarca


Essa é uma cidade que está na vanguarda em políticas públicas voltadas a sustentabilidade. Lá existe um investimento contínuo em alternativas verdes e é a cidade mais ecológica do mundo.
Seu planejamento prevê que até 2025 ela se torne a primeira cidade do planeta a zerar a emissão de 2025.

Os incentivos ecológicos estão na vanguarda da lista de prioridades de Copenhague. Devido ao investimento contínuo em alternativas verdes, Copenhague alcançou o primeiro lugar na lista das cidades mais ecológicas do mundo. A cidade oferece alta qualidade de vida para seus moradores e tem a ambiciosa meta de se tornar ainda mais ecológica.

2. Amsterdã, Holanda


A cidade foi uma das primeiras no mundo a traçar medidas de sustentabilidade. Pode-se associar a cidade ao ciclismo, pois é o principal meio de transporte da população.
Politicas governamentais estão ampliando a quantidade de pontos de carregamento para carros elétricos, atualmente possui mais de 300 pontos de carregamento.

3. Estocolmo, Suécia


Com 14 ilhas e mais de 50 pontes, este local fez seu dever de casa para a população ter um estilo de vida mais sustentável. Até 2040 a cidade planeja banir o uso de combustíveis fósseis.

4. Berlim, Alemanha


Após a Primeira Guerra Mundial, os moradores se tornaram muito autossuficientes e valorizaram seus espaços verdes. O hábito de cultivar seus próprios alimentos é uma tendência que perdura e é transmitida de geração em geração.
Berlim instalou mais de 400 pontos de recarga de carros elétricos em toda a cidade e encorajou seus cidadãos a pensarem em mudar o tipo de veículo.

5. Portland, Oregon, EUA


Acredite ou não, 25% dos trabalhadores da cidade se deslocam de bicicleta, aplicativos de carona ou de transporte público, o que traz grandes benefícios ao meio ambiente.
Existe 250 quilômetros de ciclovias e 8% da população da cidade usa a bicicleta como principal meio de transporte.
A cidade consegue reciclar quase a metade do lixo produzido e usa 33% de energia renovável.

6. São Francisco, Califórnia, EUA


Autoridades locais estão em constante busca de formas para reutilizarem resíduos, atualmente apenas 20% do lixo vai parar nos aterros sanitários, e a meta é zerar totalmente essa conta.
Leis proíbem o uso de produtos que causem danos ao meio ambiente, tais como sacolas plásticas e garrafas plásticas de água.

7. Cidade do Cabo, África do Sul


Respaldada por tecnologias inovadoras, a cidade busca sempre por formas de manter o ambiente sustentável. Desde 2008 investe em parques eólicos e tem por meta obter 10% da sua energia de fontes renováveis.

8. Helsinque, Finlândia


Esse é um lugar que valoriza muito o meio ambiente e a sustentabilidade do planeta. Lá existe um bairro piloto chamado Viikki, é um bairro verde. O projeto experimental faz uso de sistemas de energia solar e eólica.

9. Vancouver, Canadá


A cidade possui a iniciativa Greenest City, que estabeleceu metas realistas que podem ser alcançadas em um futuro próximo. É uma grande cidade com a menor produção de gases de efeito estufa da América do norte.
Desde 2013, houve um aumento de 23% na produção de "empregos verdes" e de 26% de empregos locais relacionados a alimentos.

10. Reykjavik, Islândia


A população é o fator principal para a contribuição de um espaço mais verde. A cidade planeja eliminar a emissão de gases de efeito estufa até 2040. Politicas públicas investem milhões na criação de ciclovias, incentivo do uso de carros elétricos.



Cidades Sustentáveis

Por

Compartilhe