Características dos Seres Vivos

As características dos seres vivos são necessárias para identificar o que é um ser de vivo de um ser não vivo. São chamadas também de características gerais dos seres vivos, compostas por diversos organismos complexos, que representam a composição química, as células, os materiais genéticos, o metabolismo, a nutrição, a reprodução, entre outras estruturas e comportamentos que nos representam e nos definem.

Quimicamente, vários elementos químicos compõem as características dos seres vivos, que possuem nitrogênio, hidrogênio, oxigênio e carbono, além de fósforo e enxofre.

O metabolismo é essencial para a vida existir, representando a interação entre elementos químicos e o organismo vivo, sendo parte importantíssima entre as características dos seres vivos. As reações químicas surgem por causa do metabolismo, destruindo partículas, liberando substâncias, construindo moléculas, para o catabolismo e o anabolismo.

O material genético também é uma das características dos seres vivos, criando a hereditariedade, garantindo que as reproduções contenham uma série de informações genéticas, habilidades, processos, enfim, características que facilitem a sobrevivência da espécie. Aqui, os principais representantes são o DNA e o RNA, ácidos nucleicos.

Animais, Seres Vivos

E por falar em reprodução, a manutenção da espécie existe porque os seres vivos possuem intenção e mecanismos para deixar descendentes. Isso pode ocorrer de forma assexuada ou sexuada.

Outras estruturas que fazem parte das características dos seres vivos são as células. Nós, seres humanos, possuímos mais de 10 trilhões de células. Já a ameba é unicelular. Existem tipos de células, como procariontes e eucariontes.

Para o ser vivo se manter ativo ele precisa de nutrição. A fotossíntese produz energia para seres autotróficos, enquanto seres como os humanos precisam de energia obtida através de outros seres e, por isso, são heterotróficos. A respiração celular é indispensável para a sobrevivência de um organismo vivo.

A irritabilidade é uma das características dos seres vivos, que interagem com o meio onde vivem. Os mamíferos estão sempre atentos para não serem abatidos por um predador. Plantas sensitivas podem fechar os folíolos caso sejam provocadas.

Evoluir também é uma das características dos seres vivos. É possível perceber através de diversos estudos que as espécies vão sofrendo modificações conforme novas gerações vão surgindo. Os descendentes adquirem essas estruturas alteradas, com a finalidade de facilitar a continuidade da espécie.