Teoria Evolutiva de Lamarck

Teoria Evolutiva de Lamarck

Por

A Teoria Evolutiva de Lamarck foi publicada em 1809, na obra “Philosophie Zoologigue”. O trabalho era uma explicação sobre a evolução das espécies e foi elaborado pelo naturalista francês Jean Baptiste Pierre Antoine de Monet, conhecido como Chevalier de Lamarck.

Lamarck também se dedicou ao estudo da medicina, da física e da meteorologia. O cientista foi responsável pela teoria do “lamarckismo”, que se baseava em dois princípios: o conceito de que os seres vivos evoluíam para um nível de complexidade e perfeição cada vez maior, e o princípio do uso e desuso, que afirmava que tudo o que não era utilizado atrofiava.

Lamarck acreditava que os seres vivos haviam evoluído de microorganismos simples para seres complexos, numa teoria de geração espontânea. Ele também afirmava que as características dos seres vivos eram passadas adiante por transmissão hereditária.

A teoria evolutiva de Lamarck foi abalada em 1859, com o lançamento de “A origem das espécies” , de Charles Darwin. Para Darwin, a evolução das espécies acontecia pelo processo de seleção natural e não pela teoria do uso e desuso.


Veja a vídeo-aula:

A princípio, a teoria de Lamarck não foi bem aceita na França, mas obteve uma aceitação moderada na Inglaterra. Contudo, o naturalista não conseguiu convencer os estudiosos de seu tempo e a teoria de Lamarck caiu em descrédito.

Leia também! Assuntos relevantes