Os povos bárbaros

Os povos bárbaros

Por

Os povos bárbaros eram os que não estavam dentro da cultura, da política e dos costumes romanos. Esses povos destruíram a unidade política de Roma.

Os romanos utilizavam a palavra "bárbaro" para fazer referência aos que habitavam as fronteiras do império e que não falavam o latim, língua oficial do Império Romano.

Os principais povos bárbaros eram germânicos, que viviam no centro e no norte da Europa. Essas tribos germânicas eram compostas pelos Visigodos, os Ostrogodos, os Vândalos, os Anglo Saxões e os Francos.

Os bárbaros se organizaram em tribos nômades que tinham como costume cultural as guerras e seguiam religiões e cultos politeístas. Cada tribo bárbara era liderada por um chefe militar.

Com a chegada dos Tartáros, dos Mongóis e dos Hunos ao continente europeu, os povos germânicos invadiram o território romano para fugir de conflitos. Essa invasão resultou na queda do Império Romano e na consolidação de novos reinos.

Reinos dos Povos Bárbaros:
Reino dos Ostrogodos - localizado na Península Itálica.

Reino dos Visigodos – localizado na Península Ibérica

Reino dos Vândalos - localizado no norte da África;

Reino dos Suevos – localizado na região costeira da Península Ibérica.

Reino dos Borgundinos - localizado na região da Gália.

Reino Anglo Saxão - localizado na Bretanha.

Os reinos bárbaros adotaram o cristianismo como religião.