O que é a Etnografia


 Compartilhar no facebook
 Compartilhar no twitter


O que é a Etnografia

Por José Vidal

A palavra “etnografia” deriva da união de dois vocábulos gregos: ethnos ( que significa “povo”) e graphein (que significa “grafia”,”escrita”,”descrição”,ou melhor, “estudo descrito”). Logo, etimologicamente, a etnografia é o estudo descrito de um povo.

Note-se que dizemos “ de um povo “ e não “ do povo”, pois aqui o termo “povo” não é usado no seu significado social ( isto é, não se refere a uma camada social, a uma classe social ) mas sim significando um conjunto de indivíduos unidos entre si por laços comuns de ordem rácica, histórica, cultural, religiosa, social, etc: o povo português, o povo espanhol, o povo brasileiro, etc.

Mais particularmente poderemos dizer que a etnografia é a cuência que estuda e descreve os agregados populacionais. E sendo assim , a etnografia descreve e estuda o povo de um dado país, de uma dada província, de uma dada região, de uma dada comunidade, etc.

A etnografia é uma das várias ciências auxiliares de antropologia. A palavra “antropologia” é , igualmente, composta por dois vocábulos gregos: anthropos ( que significa “homem”, a espécie animal homem ) e logos ( que significa “ conhecimento “ , “ estudo “ ). Portanto a antropologia é a ciência que estuda o homem em geral, o homem total – desde o seu aspecto fisico á sua cultura, á sua maneira de ser e viver, á sua organização social, etc.

Mas, como o homem é um ser duplamente fisico e mental – e, também ,um ser social – a antropologia estuda-o sob esses três aspectos . Há , assim, uma antropologia geral que se divide em dois grandes ramos: a antropologia física e a antropologia cultural ou social. ( há já hoje até alguns antropólogos que consideram que existem paralelamente

Uma antropologia fisíca, uma antropologia cultural e uma antropologia social, fazendo, portanto, uma distinção entre antropo-Logia cultural e antropologia social). Mas, aqui, neste pequeno caderno de divulgação,usaremos a divisão clássica, geralmente aceite, da antropologia geral nos seus dois grandes ramos –antropologia fisica e antropologia cultural – dois ramos, aliás, que

Constituem duas ciências se não diferentes, pelo menos com campos de estudo e objectivos diferentes.

A antropologia física não estuda o físico ( o organismo ) do homem – tarefa e objectivo da medicina – mas sim o seu aspecto físico, ou sej.a , o homem somático, ou melhor ainda, as características físicas particulares a cada raça ou grupo ético: a configuração do esqueleto, o formato do crânio, a maior ou menor abertura do ângulo facial , a cor da pele, a tecitura dos cabelos, a implantação dos maxilares, a maior ou menor abertura e o formato das órbitas oculares, o formato das fossas nasais, a distribuição de adiposidades ,etc.

Em contrapartida, a antropologia cultural --- a que tambem se dá o nome de etnologia --- estuda o homem como produtor e transportador de cultura e ainda a maneira de viver de cada raça ou grupo ético. ( os antropologos que fazem a distinção entre antropologia cultural e antropologia social consideram que a primeira estuda o homem como produtor de cultura, isto é aquilo que ele produz tanto de material como de espiritual, enquanto a segunda estuda o homem como ser social, ou seja, as formas, sociais particulares de cada raça ou grupo étnico).



Cultura e tradição
Em ciências humanas a palavra “ cultura “ não tem precisamente o mesmo significado com que a usamos na linguagem quotidiana.

Na linguagem vulgar de todos os dias à ideia de cultura ligamos a ideia de grande soma de conhecimentos gerais. Por isso, uma pessoa culta é aquela que possui largos conhecimentos gerais de muitas coisas.

Em ciências humanas, “ cultura “ é tudo aquilo que um povo ou um grupo étnico adquire do passado, dos seus antepassados: a língua, usos e costumes, danças e canções, trajos, culinária, modos de vida e de trabalho, etc.

Assim, e de certo modo, cultura é tradição.

Como afirmou o dr. Ernesto veiga de oliveira ( in “ princípios basilares das ciências etnológicas “ --- cadernos de etnografia nº 3 ), “ cultura, em etnologia, não tem o significado corrente de palavra que corresponde àquilo a que chamamos cultura superior designado os produtos da ciência e da inteligência puramente lógica, a criação artística, os requintes mais elevados do espírito e da técnica, as aquisições individuais de personalidades de excepção, que caminham na vanguarda do pensamento humano, livres de condicionamentos circunstanciais, e que são inovadores originais voltados para o futuro.cultura, em etnologia, significa, strite sensu ( a ), precisamente o contrario: tudo aquilo que o indivíduo, de qualquer época histórica, seja de que nivel técnico, económico e social for, recebe do meio em que nasceu, se criou, formou e vive, que pertence ao grupo de que ele faz parte, e lhe veio de fora e do passado --- numa palavra, a tradição, a herança social “.

O principal veículo da cultura é a linguagem, indispensável à comunicação dos indivíduos entre si. Outro básico veiculo da cultura é a tradição que passa de geração em geração que se mantêm os usos e costumes de cada grupo étnico ou cada grupo social.

A lingua e a tradição ( os usos e costumes ) estão na base de toda a cultura.



Folclore com etnografia
Muitas pessoas confundem folclore com etnografia ou com etnologia crendo que se trata da mesma coisa. Ora, não é inteiramente assim.

A etnografia e o folclore só têm de comum entre si a metologia que é igual para uma e para o outro.

Quanto á etnologia e folclore, a diferença que existe entre uma e outra é a seguinte: enquanto a etnologia estuda actividades e objectos concretos, materiais, o folclore estuda actividades e objectos espirituais e artísticos, tradições, usos e costumes, etc.

Assim , poderemos definir o folclore como sendo a ciência etnológica ( ou auxiliar da etnologia ) que estuda os usos, costumes, tradições espirituais e as expressões orais e artisticas de um povo ou de um grupo étnico evoluidos. Usar nesta definição a palavra “ evoluidos “ é absolutamente necessário pois que só os povos evoluidos têm folclore uma vez que os povos primitivos têm a sua própria cultura.

Quer isto dizer que o folclore estuda os usos,costumes e as tradições milenárias e seculares de povos cujos padrões de vida deixaram de ser primitivos. Por exemplo: um batuque no interior da áfrica, uma doença ou uma canção da polinésia, etc., não são folclore são cultura ao passo que uma romaria nortenha ou saloia, o fandango, o trajar de saloio ou um coral alentejano são folclore porque sendo manifestações populares são-no de um povo que vive dentro dos padrões sociais actuais usando das conquistas técnicas universais.

É por essa razão que os assuntos habitualmente estudados pelo folclore são : danças e canções; trajos populares ; instrumentos musicais; festas, feiras, mercados e romarias; medicina popular e magia; lendas, contos e “estórias”; poesia popular; provérbios e adivinhas; jogos infantis; jogos e brincadeiras populares; usos e costumes regionais; etc.

A etnografia e o folclore, divide-se em dois tipos de trabalho: o trabalho de campo e o trabalho de gabinete.

Trabalho de campo --- também se dá os nomes de pesquisa e recolhas. Assim, trabalho de campo, pesquisa ou recolha são uma só e a mesma coisa.

Que é , portanto, o trabalho de campo ? É precisamente o trabalho de pesquisa e recolha de elementos que se efectua no campo de estudo.

Como é óbvio, de uma maneira geral, o campo de estudo de etnografia e do folclore situa-se nos pequenos aglomerados populacionais rurais afastados dos grandes centros.

O princípio básico do trabalho de campo é saber ver, ouvir e reproduzir. Quer isto dizer que o pesquisador, o investigador de campo, tem de ser o mais objectivo possível.

Em que consiste, pois, o trabalho de campo ? Consiste na pesquisa e recolha de elementos, dados, informações, objectos ( documentos ) de carácter etnológico.

Como se faz essa recolha ? Através de inquéritos, conversas, pedidos de informações etc... Inquéritos, conversas, informações que terão de ser registados.

A fotografia é sempre e em todos os casos, utilíssima; hoje em dia é mesmo imprescindivel.

O filme é muito útil sobretudo pela noção de movimento que nos dá . Por isso é imprescindivel no estudo de assuntos em que o movimento é o principal elemento: danças , práticas sociais colectivas, práticas de trabalho profissional , artesanato , etc...

A gravação é hoje muito importante no estudo das expressões musicais , orais , dialectais , etc...

Trabalho de gabinete --- o trabalho de gabinete é a natural sequência e consequência do trabalho de campo ou da recolha etnológica; é, portanto , o trabalho de organização, dos elementos e documentos , isto é , do material reunido na pesquisa ou recolha. Praticamente e em última análise , é o trabalho de elaboração de fichas e organização de arquivos.



Folclore
Um pouco de história --- a palavra folclore é a forma aportuguesada da palavra inglesa folklore , palavra , aliás composta por duas palavras de origem saxónica : folk ( povo ) + lore ( tradição ). Trata-se de uma palavra que foi usada pela primeira vez em 1846 pelo arqueólogo inglês william john thoms , num artigo publicado na revista londrina athenaeum e em substituição da expressão popular antiquities ( antiguidades populares ) usada até então.



Texto enviado às 17:33 - 13/04/2009
Autor: José Vidal

Este artigo está licenciado sob a GNU Free Documentation License.





Saiba mais

Buscas relacionadas a O que é a Etnografia em História.


[ Pesquisa escolar lida 53814 Vezes - Categoria: História ]


Leia também! Assuntos relevantes.

Folclore - Etnias - Comidas Típicas - Regiões Brasileiras | Parte2
[Continuação...] SUDESTE EspÍrito Santo (ES), Rio de janeiro (RJ), Minas Gerais (MG) e São Paulo (SP). Rio de janeiro, cartão postal do Brasil, C...
Lido: 117903 Vezes

Poemas do Folclore Brasileiro
Não é só de lendas que vive o folclore brasileiro. Nossa cultura popular também tem poemas, poesias, promessas, parlendas e quadrinhas. Com relação...
Lido: 9895 Vezes

Folclore Americano
O folclore norte-americano é muito rico, assim como a cultura dos Estados Unidos. Além da grande influência que os filmes e músicas americanas tem sob...
Lido: 3477 Vezes

O que é Folclore
A formação Artística divide-se em duas correntes a Erudita: de Caráter acadêmico, são as Artes Plásticas Propriamente ditas: Pintura, Escultura, Arqui...
Lido: 92823 Vezes

Sobre o folclore do Piaui
O folclore do Piauí reúne diversas lendas e tradições típicas desta região do Brasil. Os costumes folclóricos são passados de geração para geração, e ...
Lido: 1081 Vezes

22 de Agosto, Dia do Folclore
O Dia do Folclore foi estabelecido pelo Congresso Nacional em 1965. O objetivo da data é resgatar o valor do folclore brasileiro e passar para as próx...
Lido: 36415 Vezes

O Folclore Brasileiro
A palavra Folclore significa “saber popular”. No caso do folclore brasileiro, temos várias manifestações, tradições, lendas e crenças baseadas na sabe...
Lido: 18805 Vezes

Bumba meu boi (Folclore Brasileiro)
O mais importante e talvez o mais conhecido folguedo do Nordeste, espalhado por todo o Brasil, vira aqui brincadeira de roda. Brincadeira de menino...
Lido: 54870 Vezes

Folclore - Etnias - Comidas Típicas - Regiões Brasileiras
BRASIL – REGIÃO GEOGRÁFICA - CULTURAL NORTE A Amazônia é o coração da região Norte. Fascina a todos pela sua floresta, bacia hidrográfica, fauna e...
Lido: 192909 Vezes

Sugestão de Busca Escolar

Sites

Encceja
Enem
SISU
Prouni
Paixão e Amor
Curiosidades
Relacionamento

Fale Conosco
Feed / RSS

Comunidade no Google +
Comunidade no Twitter


Novidades no seu e-mail

Estudantes Online
Sobre o Grupo Escolar

GrupoEscolar.com - Todos direitos reservados

Todo o conteúdo do site é retirado da internet e/ou enviado pelos estudantes.

Caso algum conteúdo infrinja direitos autorais entre em contato que adicionaremos crédito ou retiraremos o mesmo.

As opiniões expressas nos textos são de responsabilidade dos seus autores.

Somos apenas um veículo de comunicação e não compactuamos com nenhuma opinião sobre nenhum tema.