Conceito de Relativismo Cultural

O conceito de relativismo cultural tem relação com o processo de observação dos mais variados sistemas culturais existentes no mundo, sem levar em consideração a análise etnocêntrica da sociedade. Neste tipo de avaliação, o observador deixa de lado parâmetros predeterminados pelo ocidente e avalia a cultura sem qualquer tipo de preconceito ou privilégios.

A partir desse estudo, os pesquisadores chegam a um sistema próprio de valores sobre as culturas. No âmbito do relativismo cultural, as culturas têm características únicas e diferenciadas e precisam ser analisadas dentro de um contexto.

O conceito do relativismo cultural existe desde o início do século XX e foi apresentado por uma pesquisa de Franz Boas, antropólogo nascido na Alemanha. Esse conceito parte da observação e da vivência das culturas.

Povos do Mundo, Relativismo Cultural

O princípio do relativismo cultural traz à tona as peculiaridades das sociedades. O conceito foi sustentado por Boas em 1887 e apresenta a cultura não como algo absoluto, mas como um conjunto de ideias, valores e concepções que são particulares a cada grupo ou sociedade.

O termo foi fortalecido a partir de 1948, com trabalhos realizados por outros antropólogos, além de ter sido publicado em um artigo da revista American Anthropologist.

Mulheres de várias etnias

O termo relativismo cultural define que as sociedades devem ser estudadas a partir de sua própria realidade, sem levar em conta o discurso preexistente de evolucionismo. O conceito prevê também a subjetividade das culturas e do próprio homem. Com isso, o relativismo cultural tenta explicar como os valores culturais de uma determinada sociedade são formados a partir dos padrões já existentes dentro deste grupo social.

Na prática, é importante analisar o significado dos termos relativismo e cultura para entender o conceito do relativismo cultural. A palavra relativismo significa a ausência da verdade absoluta. Já o termo cultura abrange os padrões comportamentais, sociais e morais de uma sociedade, bem como os elementos objetivos e subjetivos que compõem um grupo ou comunidade, como, por exemplo, seus costumes e tradições.

Em resumo, o conceito de relativismo cultural fomenta um entendimento diferenciado sobre todos os povos e culturas, com base em suas próprias crenças e valores. Neste aspecto, não existe cultura superior ou inferior, pois todas são importantes e valorizadas dentro de uma dinâmica social específica.


Veja também:

Leia também! Assuntos relevantes