Tipos de Conhecimento

Todos os fenômenos e sabedorias que fazem parte da nossa vida são classificados como conhecimento. Mas nem todas as informações são iguais, já que os contextos costumam ser muito diferentes de um conteúdo para outro. Por isso, é mais correto falar em tipos de conhecimento, sendo que essa variedade existe conforme cada relação do homem com tudo o que está à sua volta.


Os tipos de conhecimentos foram classificados da seguinte maneira:

A maneira como o saber é organizado, para atender uma determinada finalidade, está diretamente ligada a um tipo específico de conhecimento, como será apresentado a seguir.

Interrogacao, questionamentos


Conhecimento científico

O conhecimento científico é um dos tipos de conhecimentos gerados através de uma observação minuciosa, após realização de comprovações, testes, análises e experiências que garantam a validade científica da informação. Ou seja, este é um dos tipos de conhecimento que existem para validar uma teoria ou para rejeitar uma ideia.

Para este conhecimento ser construído, são usados diversos fatos e informações, o máximo possível, até o esgotamento necessário para atender a proposta científica. Para isso, são usados os pensamentos analíticos e críticos, seguindo uma sequência lógica de ações para a comprovação de uma teoria. Se alguém diz que a banana ajuda a prevenir a ocorrência de cãibras, por exemplo, o conhecimento científico é responsável pela realização de inúmeros testes para verificar se é verdade ou mentira essa informação.


Conhecimento teológico

O conhecimento teológico é um dos tipos de conhecimento baseado na crença. Por isso, não importa se as respostas para um questionamento são imprecisas, desde que haja fé. A força maior deste conhecimento é acreditar, não exigir explicações em teorias onde o mistério predomina, é um conhecimento que respeita a religiosidade e todas as implicações de fatos, mitos e informações que chegam através do ato de fé.

Por isso, neste caso, a verdade é definida pelo simples fato de acreditar. Quer um exemplo? Não existem comprovações científicas de que Deus existe ou de que os seres humanos podem reencarnar, mas as pessoas de fé podem acreditar nessas afirmações com todas as suas forças, graças ao conhecimento teológico.


Conhecimento empírico

O conhecimento empírico é um dos tipos de conhecimento mais simples que existem, ligado ao senso comum e ao saber vulgar. Normalmente, é originado por uma cultura predominante e pela repetição de informações não analisadas. É obtido através de experiências que ninguém sabe se foram legítimas ou não.

Este conhecimento está muito conectado com a sabedoria popular, com o que é acessível para todos passando de geração em geração. Não há comprovação científica nenhuma, as pessoas deduzem e seguem fazendo, normalmente observando o que pessoas próximas estão fazendo.

Neste caso, valem dois exemplos: muitas pessoas acreditam que passar manteiga em uma queimadura, em uma situação de emergência, “ajuda” bastante a aliviar a dor e a iniciar o processo de cura do machucado – este é um erro grave, pois, além de não ajudar, a manteiga pode infeccionar a ferida.

Há alguns anos, pessoas de diversos lugares do Brasil começaram a colocar uma ou mais garrafas PET cheias de água em cima do relógio de luz, acreditando que o valor da conta diminuiria em consequência dessa prática. Agora, seja franco, você acha que isso funciona de alguma maneira? Ou seja, é uma ação sem a menor análise crítica, típica do conhecimento empírico.


Conhecimento filosófico

O conhecimento filosófico é um dos tipos de conhecimento que busca refletir o ser humano e seu meio de vida, especulando sobre objetividades e subjetividades, questionando a ciência e o conhecimento vulgar, entendendo a vida em todos os seus desdobramentos.

Para existir o conhecimento filosófico, é fundamental que se faça uma reflexão. E são considerados filósofos as pessoas com um repertório razoável, para que haja respeito sobre seus pensamentos, considerações, teorias e explicações. Não precisa ter comprovação científica, mas as ideias respeitam uma lógica importante – seguem uma espécie de razão para serem explicadas.

Muitos comportamentos típicos da vida são explicados com o conhecimento filosófico. Sabe quando estamos apaixonados por alguém que não está ao nosso alcance? Chamamos isso de amor platônico por causa de Platão, filósofo que refletia sobre o amor e a paixão.


Conhecimento tácito

Cada pessoa carrega consigo uma série de experiências de vida, que constroem o que é chamado de conhecimento tácito, com base na vivência individual de cada um de nós. É uma forma de conhecimento particular, não precisa sequer ser comprovado, desde que seja válido para você.

Se for o seu desejo, você pode até compartilhar com outras pessoas a sua experiência. Veja um exemplo: se uma pessoa chega à conclusão de que, após 4 casamentos frustrados, nenhum casamento é bom, este é um conhecimento tácito – até porque existem outras milhares de pessoas que são muito felizes casadas!

Tipos de Conhecimento



Por

Compartilhe