Herança Quantitativa

A herança quantitativa acontece com a variação genética de um fenótipo mínimo até um fenótipo máximo, de forma gradual e lenta, gerando variações contínuas, com mudanças paulatinas que ocorrem através de interação gênica peculiar.

Os genes neste caso da herança quantitativa são chamados de poligenes, pois funcionam como aditivos. A herança quantitativa acontece tanto no homem como em outros seres da natureza, determinando desde a produção agrícola como o milho até a cor de pele nos seres humanos.

A cor da pele no homem é determinada pela herança quantitativa, já que não existe gene dominante no caso. Nesta relação, dois pares de genes formados por AaBb agem com A e B produzindo melanina, com efeito aditivo, sendo que o tom da pele será definido pela quantidade dos genes.

A cor dos olhos no ser humano também é resultado da herança genética quantitativa, embora muitas pessoas acreditem que se trata de uma herança genética simples, que também pode ser classificada como mendeliana.

Justamente por ser uma herança quantitativa, responsável pela produção de proteínas que estimulam a quantidade de melanina na íris dos olhos, é que pais de olhos castanhos possuem filhos com olhos claros.

Os fenótipos extremos são apresentados em menores quantidades. É possível notar maiores quantias de fenótipos intermediários. A maneira como estes fenótipos são distribuídos na herança quantitativa é classificada como curva de Gauss, ou curva normal.

Carregando o DNA

Para saber a quantidade de fenótipos presentes na herança quantitativa é preciso saber quantos pares de alelos estão presentes. Na fórmula, este valor é representado por n.

Veja a fórmula:

Número de fenótipos = 2n + 1

Por exemplo: se uma característica importante é representada por 4 alelos, serão obtidos 9 fenótipos decorrentes desta informação genética. A classe fenotípica é representada quando vários indivíduos apresentam o mesmo fenótipo.

Na herança quantitativa, é possível observar a quantidade de pares presentes, assim é possível compreender quantos indivíduos devem apresentar estes fenótipos extremos. Então, os pares de genes são representados por n nesta relação.


Veja também:

Herança Genética

Herança dos Grupos Sanguíneos

O que são Alelos Múltiplos?