Para o embrião de uma planta se desenvolver, existe um processo com uma série de etapas, chamado de germinação. Assim, uma nova plântula (embrião vegetal) se inicia.

Todos os processos que acontecem desde a semente até a sua transformação em uma planta são resumidos pela germinação.


O que existe na semente?

A semente pode ser constituída pelos seguintes elementos:

  • Embrião
  • Endosperma
  • Tegumento

sementes brotando

A nutrição do embrião se dá pelo endosperma. Algumas ocorrências podem afetar a germinação, já que este processo é resultado da qualidade da semente e até de questões ambientais. Fazem parte de uma germinação de sucesso a qualidade da luz, oxigênio, temperatura, água, permeabilidade do envoltório da semente, dormência da semente e substâncias químicas envolvidas no processo.

De todos os elementos apresentados acima, a água é essencial para a germinação ocorrer e, por isso, pode ser considerada como o elemento mais importante.

A captação da água é essencial para os tecidos ficarem hidratados, para ocorrências do metabolismo e para o eixo embrionário crescer. Mas o excesso de água pode atrapalhar a germinação, criando dificuldades para a entrada do oxigênio no processo.


O que é necessário para a germinação das sementes?

O processo de germinação só se inicia quando existem condições adequadas para as sementes. Em alguns casos, as sementes precisam sair do estágio de “dormência” para germinarem.

Além disso, alguns hormônios vegetais, como as giberelinas, podem influenciar no processo de germinação.

Planta germinada crescendo

Quais são as fases da germinação?

A germinação é mercada por 3 fases, como veremos a seguir:


Embebição

Esta etapa da germinação é conhecida como embebição, e existe para captar água, para umedecer inicialmente os tecidos que ficam mais próximos da área superficial. A absorção de água deve ser completa, para a germinação acontecer até o seu final.


Indução do Crescimento

Nesta etapa da germinação, a quantidade de água captada é reduzida, novos tecidos são formados e o metabolismo passa a funcionar.


Crescimento do Eixo Embrionário

Nesta etapa da germinação, ocorre a expansão celular. O tegumento é rompido por causa da protusão da raiz embrionária, chamada de radícula. A primeira emersão ocorrida na semente é a da radícula.

Quais são os tipos de germinação?

Existem apenas 2 tipos de germinação, como veremos a seguir:


Germinação Epígea

É a germinação que ocorre nas dicotiledôneas, onde os cotilédones são elevados acima do solo.

Germinação Hipógea

Diferentemente da anterior, neste tipo de germinação os cotilédones ficam no solo, algo natural de acontecer nas monocotiledôneas.


O que são os cotilédones?

São as folhas embrionárias das plantas. São compostos por sementes essenciais para a planta se desenvolver inicialmente. São reconhecidos por serem as primeiras folhas a aparecerem a partir de um embrião.

Dependendo da quantidade de cotilédones, as plantas podem ser de 2 tipos:

  • Monocotiledôneas;
  • Dicotiledôneas.


Temas Similares