O órgão do nosso corpo que faz os movimentos necessários para empurrar os alimentos líquidos ou pastosos para o estômago é o esôfago. Ele realiza vários movimentos automáticos e involuntários peristálticos neste trabalho muito importante para a digestão dos alimentos.

Seu tamanho é de cerca de 25 centímetros de comprimento. Parece um tubo oco, que se inicia logo após a faringe. Está na mesma posição da sexta vértebra, segue até chegar ao estômago, na frente da coluna e na parte de trás do esterno.


Quais são as camadas do esôfago?

São 4 camadas que formam a parede do esôfago.

Camada mucosa – Está localizada no interior do esôfago e tem a função de revestir o órgão.

Camada submucosa – Camada composta por glândulas que fazem o muco digestório, nervos, vasos de sangue e tecido conjuntivo.

Camada muscular – Nesta camada estão os músculos circulares e longitudinais.

Camada adventícia – Composta por tecido conjuntivo, esta camada esta localizada na área externa do órgão.

O bolo alimentar tem a entrada e a saída controladas pelos esfíncteres esofágicos, que ficam na área inferior e interior. Esse tipo de válvula é essencial para o funcionamento do esôfago.

Localização do Esôfago


Principais doenças de esôfago


Doença do Refluxo Gastroesofágico

O refluxo do esôfago é uma doença muito comum, causada pela acidez excessiva no órgão, provocando irritação no tecido do órgão, além de mal-estar e dor.

Esofagite

Quando o esôfago está inflamado, os médicos dão o diagnóstico de esofagite. Normalmente, é uma consequência do refluxo gastroesofágico, uma complicação da forma crônica da doença.

Quando há uma alteração das células inflamadas, o paciente pode evoluir para o esôfago de Barrett. Esta condição merece atenção especial dos médicos e do paciente, pois é considerada muito arriscada para desenvolver câncer. Isso ocorre quando o tecido sofre metaplasia.

A doença também pode ocorrer devido a outros fatores, como depois de radiação em pessoas que estão fazendo tratamento oncológico, herpes e fungos. Caso o paciente faça ingestão de substâncias cáusticas, ele vai desenvolver esofagite corrosiva.


Câncer de esôfago

O esôfago de Barrett e a doença do refluxo podem evoluir para o câncer de esôfago, um tipo de câncer raro, muito relacionado ao estilo de vida, mais frequente em pessoas que fazem uso abusivo de álcool, que são tabagistas, possuem HPV ou sofreram alguma lesão cáustica.


Espasmo esofágico

Quando o esôfago passa a funcionar de maneira anormal, realizando uma atividade descoordenada, provocando bastante dor, pode ser um caso de espasmo esofágico.


Divertículos no esôfago

Ocorre quando a estrutura do esôfago fica alterada a ponto de apresentar divertículos. Eles podem complicar, se houver retenção de alimentos ou de saliva.


Veja também:

Sistema Digestivo