Como entrar no ITA?

Se você quer saber como entrar no ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica), entenda que terá que estudar bastante, pois se trata de um dos mais concorridos vestibulares do país, repleto de regras próprias que são bem diferentes de um vestibular tradicional.


Como são as inscrições no ITA?

Para se inscrever no Instituto Tecnológico de Aeronáutica, o primeiro passo é escolher ou não pela carreira militar. Outra opção é ser um “treineiro”, e fazer a prova somente para testar o conhecimento.

Em 2018, mais de 11 mil pessoas se inscreveram para o vestibular do ITA. Destes, cerca de 4.400 optaram pela carreira militar e aproximadamente 5 mil fizeram a prova como civis. Treinaram aproximadamente 1600 pessoas.


Quais são os cursos oferecidos pelo ITA?

O ITA oferece os seguintes cursos regularmente:

  • Engenharia Mecânica-Aeronáutica
  • Engenharia Aeroespacial
  • Engenharia Aeronáutica
  • Engenharia de Computação
  • Engenharia Eletrônica
  • Engenharia Civil-Aeronáutica

O curso mais procurado é o de Engenharia Aeroespacial, com 24% de todos os vestibulandos. O menos concorrido é o de Engenharia Eletrônica, apenas 9% tiveram interesse neste curso em 2018. A idade limite para ingressar no ITA é de 23 anos.


Como são distribuídas as vagas no ITA?

Os que não optam pela carreira militar possuem disponíveis 85 vagas, que ficam distribuídas em 14 vagas para cada curso, com exceção de Engenharia da Computação, curso com 15 vagas disponíveis.

Para a carreira militar, são 25 vagas disponíveis, sendo 4 para cada curso, com exceção de Engenharia da Computação, curso com 5 vagas disponíveis.


Fachada do ITA, Instituto Tecnológico de Aeronáutica


Como é o vestibular do ITA?

Para entrar no ITA, você não poderá concorrer pelo SISU. A prova de ingresso no ITA é de responsabilidade do Ministério da Defesa e não está vinculada ao Ministério da Educação.

Veja mais informações no site oficial: vestibular.ita.br


O que você deve saber sobre a prova do ITA?

  • O teste tem apenas uma fase;
  • São 4 provas aplicadas;
  • Leve o cartão de inscrição no dia da prova;
  • Esteja com a versão atualizada do Documento de Identidade;
  • Esteja com trajes adequados no dia da prova;
  • Não deixe o cabelo cobrir as orelhas;
  • Use canetas transparentes pretas;
  • As provas duram 4 horas;
  • Entre outras regras que podem ser estabelecidas no ano de cada exame.

A prova é bastante difícil, e existem cursinhos para o ITA que fazem a preparação dos alunos conforme a cobrança da prova. Para ter a redação corrigida, é preciso tirar no mínimo 4 em todas as matérias. A nota de corte é de, no mínimo 5, sem considerar as notas do exame de cada ano. Para ser aprovado, é preciso não zerar a redação.

A nota de corte para ser convocado em 2017 foi de 68,4. Depois da prova dissertativa, o aluno ainda precisa fazer a inspeção da saúde, considerada a última etapa do exame.

Leia: Notas de corte do SISU, PROUNI, FIES e ENEM

A primeira fase é aplicada em 4 dias, sendo que no primeiro dia acontece a prova de física, no segundo dia a prova de português, no terceiro dia a prova de inglês e no último dia a prova de matemática, além das leituras obrigatórias e outros conteúdos. Sem dúvida, esta é uma das faculdades mais difíceis de entrar no Brasil!


Veja também:

Tudo sobre a Unesp

Tudo sobre a Fuvest

Unicid

Tudo sobre a UERJ

O que é o SiSU?

Como entrar no ITA?



Por

Compartilhe