Origens do Homem

Origens do Homem

Por

O estudo da origem do homem nos leva há 4000 a.C. Os pesquisadores precisaram analisar ferramentas, pinturas, desenhos e ossos, pois nesse período não existe documento com escrita.

Esse gênero Homo surgiu entre 4milhões e 1 milhão a.C. Os estudiosos definiram em três etapas a evolução da espécie: período Paleolítico, Neolítico e Idade dos Metais.

A falta de informações precisas deixa limitado o conhecimento da origem do homem. As pesquisas começaram no século 19. A descoberta de restos humanos em vários locais diferentes muitas vezes de forma casual) mostra que grupos de Homos apareceram afastados em distintas regiões do globo terrestre.

Os pesquisadores definem que há uma determinada espécie que se dividiu nos grandes macacos, que hoje são os orangotangos e chimpanzés, e do outro lado o atual homo sapiens.

O Australopithecus é o hominídeo mais antigo de que se tem conhecimento. Foi descoberto na região da África do Sul e viveu entre 1 milhão e 600 mil a.C. Era bípede e tinha uma postura mais reta.

O homo habilis viveu há cerca de 2,5 milhões de anos. Contemporâneo do Australopithecus, tinha uma capacidade craniana aumentada. Ele comia carne e isso provocou mudanças em sua arcada dentária.

O Pitecanthopus Erectus viveu entre 500 mil e 200 mil a.C. Possuía maxilares maciços, cérebro maior e dentes mais bem adaptados à postura reta.

A origem do homem americano poderia ter começado em até 60 mil anos atrás. Foram encontrados objetos de pedra, carvão, desenhos, pinturas e esqueletos. Isso mostra que havia povos que habitavam a região. Os vestígios mais antigos do homem no continente americano foram encontrados no Brasil, no Estado do Piauí.

Juliana Miranda - Equipe do GrupoEscolar.com

Leia também! Assuntos relevantes