Flora Brasileira

Por

A Flora Brasileira, conjunto de espécies vegetais que compõe a cobertura do país, é muito diversificada em função das proporções continentais do Brasil.

A flora do país é internacionalmente reconhecida como uma das mais ricas e importantes do mundo. São milhares de espécies vegetais nativas ainda não estudadas e muitas outras já utilizadas pela ciência.

As espécies florestais do Brasil são utilizadas na alimentação, na medicina, para a fabricação de papel; na produção de perfumes, e em várias outras atividades.

O Brasil, reconhecidamente, possui a maior biodiversidade do mundo. O clima favorável nas diversas regiões geográficas é fundamental para a existência de um grande número de espécies.

A flora brasileira está presente em todas as regiões, com características bem peculiares. O país possui vasta vegetação florestal e/ou arbórea; vegetação complexa e litorânea e; vegetação arbustiva e herbácea.

Na Amazônia, por exemplo, a vegetação é predominantemente ombrófila, com árvores de grande porte. Já a região centro-oeste possui uma vegetação do tipo savana.

A caatinga apresenta uma vegetação com cactos, também conhecida como vegetação estacional decidual.

No planalto meridional a vegetação que se destaca é Floresta Ombrófila Mista ou Mata dos pinheiros. E nos litorais, a vegetação predominante é a de restinga e manguezal.

O Brasil está situado quase totalmente dentro da Zona Neotropical, dividido em território amazônico e extra-amazônico.

No amazônico a vegetação é decorrente de um clima de temperatura média em torno de 25°C com chuvas torrenciais bem distribuídas durante o ano. Já no extra-amazônico, o sistema ecológico vegetal responde aos climas tropical com temperaturas médias por volta de 22°C e precipitação estacional, com período seco, e o subtropical com temperatura média anual próxima dos 18°C, com chuvas bem distribuídas.

As espécies vegetais nativas e exóticas representam grande valor econômico para o país.

Quanto aos tipos de vegetação, encontramos no território brasileiro: a vegetação do tipo Savana, a Caatinga e Campanha Gaúcha, a Savana estépica, a Vegetação lenhosa oligotrófica dos pântanos e das acumulações arenosas, a Floresta ombrófila densa (Floresta Amazônica/Mata Atlântica), a Floresta ombrófila aberta, a Floresta ombrófila mista, a Floresta estacional semidecidual, a Floresta estacional decidual, e as áreas das formações pioneiras de influência marinha (Vegetação de Restinga e Manguezal).

O país também conta com áreas de tensão ecológica, onde acontece o contato entre diferentes tipos de vegetação, e os refúgios ecológicos.

A flora brasileira já cataloga mais de 55 mil espécies de plantas superiores e cerca de 10 mil briófitas, fungos e algas. A cada ano, cientistas adicionam dezenas de novas espécies à lista, fato que reafirma a tese de que a cura para muitas doenças pode estar nas plantas e flores das florestas brasileiras.

Juliana Miranda, Equipe do Grupoescolar.com.

Leia também! Assuntos relevantes