Conflito do Irã - Iraque

Conflito do Irã - Iraque

No Irã, a dinastia Pahlevi, no poder desde 1925, foi derrubada em 1979 pelos patidários do aiatolá Khomeini, líder muçulmano da seita radical xiita. Como o xá Reza Pahlevi tinha o apoio dos EUA, a vitória de Khomeini agravou as relacões com os EUA, e no mesmo ano, a embaixada norte-americana em Teerã, capital dos país, foi envadida por militares xiitas. Somente em 1932, após o entendimento com intermediação da Argélia, os 50 reféns norte-americanos foram libertados.

Em 1980, o Iraque aproveito-se da instabilidade do Irã, invadiu-o, trazendo a tona a tradicional luta pela dominação da região do Chatt-el-Arab, pequeno ria na conferencia dos rios Tigre e Eufrates, resultando o conflito em várias mortes para ambos os países.

Em 1988, a ONU, estabeleceu um cessar fogo na região, acelerando o fim do conflito. Assim o Iraque devido ao armamentismo desenvolvido durante a guerra, tornou-se um dos países mais poderosos militarmente do Oriente Médio, com Egito e Israel.

Leia também! Assuntos relevantes