Revolução de 1930

A revolução de 1930 foi um movimento armado que resultou no golpe de estado. O movimento foi liderado pelos estados da Paraíba, Minas Gerais e Rio Grande do Sul com o objetivo de depor o então presidente Washington Luis e impedir a posse do presidente eleito Júlio Prestes.

Histórico

A cena politica em 1930 foi uma das mais conturbadas, não só no Brasil, mas em grande parte do mundo. Tudo se iniciou com o crash da bolsa americana em 1929 que acabou por prejudicar grande parte da economia mundial. No Brasil em especial atrapalhou as exportações de café das terras paulistas que na época era o principal produto de exportação do país e responsável por grande parte da movimentação da economia.

O cenário politico era sempre atrelado ao poder econômico dos estados, sendo assim os principais influenciadores da época eram os paulistas e os mineiros que eram as principais forças econômicas na época. Tais forças acabaram criando a politica do “café com leite” que constituía entre alternar os presidentes da republica somente entre os indicados dos estados de Minas Gerais e São Paulo.

Buscando estabilizar a crise econômica principalmente gerada no setor do café, o estado de São Paulo rompeu o acordo da politica café com leite e o então presidente Washington Luis que era paulista, indicou outro paulista para o cargo de presidente, Júlio Prestes.


O Início da revolução

Com a desavença entre paulistas e mineiros começaram a surgir novas organizações que tinham por objetivo concorrer para a presidência do Brasil, sendo que a mais conhecida delas foi a Aliança Liberal (AL) que foi formada pelos estados da Paraiba, Minas Gerais e Rio Grande do Sul que lançaram como candidatos Getulio Vargas e João Pessoa indicados para presidente e vice-presidente respectivamente.

A Aliança Liberal ganhou muita força e popularidade em todo Brasil, mas ainda assim não conseguiu sair vitoriosa nas eleições de 1930 que acabou sendo vencida pelo paulista Júlio Prestes.

Insatisfeitos com o resultado das eleições membros da Aliança Liberal passaram a articular soluções alternativas para a tomada do poder, e a solução encontrada foi uma saída revolucionaria que seria conseguida com o apoio de militares.

O grupo politico encontrou o apoio de muitos tenentes e oficiais, principalmente os remanescentes da intervenção de 1920 que já possuíam grande experiencia militar, além de serem idealistas políticos e terem a admiração de grande parte da população brasileira.


A revolução armada

No dia 24 de outubro de 1930 o golpe militar retirou do poder o então presidente Washington Luis, impediu a posse do presidente eleito Júlio Prestes e colocou no poder uma junta militar que governou o país até o dia 03 de novembro quando passou a presidência oficialmente ao candidato derrotado Getúlio Vargas.

Após assumir a presidência Getulio Vargas pois fim a república velha e deu início ao governo provisório com amplos poderes que tinha a intenção de vincular a nova república no país.

O regime de governo provisório acabou durando por 15 anos e foi marcado por inúmeras alterações realizadas tanto sociais quanto econômicas.


Veja também:

Coluna Prestes

Revolta Paulista de 1924

O Levante Comunista de 1935