Antropologia Social

Fatos Gerais
Por

A Antropologia Social tem como finalidade estudar o estado comportamental do ser humano enquanto ser social, buscando descobrir sua organização política e social, suas instituições e relações sociais, estabelecidas para preservar o grupo unido.

É necessário ressaltar que a antropologia social não é o mesmo que sociologia.

A sociologia tem como objetivo compreender as estruturas e os movimentos sociais de forma macro, já a antropologia está voltada para a relação que o homem cria com estes fenômenos, isto é, uma procura mais centrada no ser.


Conceito de Antropologia

Antropologia é um termo de origem grega, composto por “anthropos” que significa homem, ser humano e “logos” conhecimento, razão, estudos. Dessa forma, antropologia é a ciência que tem como finalidade estudar a humanidade e o homem como um todo.

Quando falamos em antropologia cultural, o estudo está voltado para as culturas e maneiras do homem sobreviver. Já a antropologia biológica está voltada para o estudo de toda a evolução da espécie.

A história mostra que os estudos sempre foram direcionados para o homem e seu comportamento, tanto é que na Antiguidade Clássica existiram inúmeros pensamentos de grandes filósofos gregos, tendo como destaque Heródoto, que é considerado o pai da Antropologia e da História.


As raízes da Antropologia

Como ciência, a antropologia teve suas raízes durante o período do Movimento Iluminista, no século XVIII.

Foi nesse período que surgiram as primeiras classificações e aplicações de métodos para o estudo do ser humano.

Inclusive, nessa época, os europeus iniciaram o estudo com base nos relatos dos viajantes e nas histórias dos missionários sobre os hábitos em várias partes do mundo que até aquele momento, eram considerados selvagens pelos europeus.

Dessa forma, houve os primeiros debates acerca da condição humana, o que propiciou o começo do desenvolvimento de estudos antropológicos.


Os tipos de Antropologia

O estudo da antropologia compreende a integração de diversas disciplinas, procurando refletir e definir as dimensões culturais, biologias e sociais de várias comunidades que existem no mundo.


Antropologia Biológica ou Física

A Antropologia Biológica ou Física é aquela que tem como finalidade estudar os aspectos biológicos e genéticos, estabelecendo a diferenciação entre as raças que existem no planeta.


Antropologia Cultural

A Antropologia Cultural busca as raízes do ser humano no espaço e no tempo, por meio do conhecimento sobre os mitos, costumes, valores, crenças, rituais, idiomas e religião.

No caso a Antropologia Cultural é dividida em especialidades, como a Etnologia, Etnografia, a Linguística e a Arqueologia.


O desenvolvimento da Antropologia

A antropologia no século XVIII estava no seu nascedouro e com isso, ela não era tida como uma ciência, mas sim como mero estudo.

No século XIX, houve uma grande evolução com os estudos de Boucher de Perthes por meio dos achados arqueológicos.

Nessa época, foram estabelecidos os períodos que hoje conhecemos como Idade da Pedra, assim como as suas divisões em Paleolítico e Neolítico.
Nesse século também que Charles Darwin iniciou a teoria da evolução, publicando o livro Origens das Espécies, constituindo as bases de uma Antropologia que somente tornou-se uma ciência no XX.

A Antropologia somente conquistou o seu lugar como ciência no século XX. já que antes era vista como uma História Física e Natural do homem e de todo o processo evolutivo no espaço e no tempo. Com isso, os estudos eram restritos às características físicas do homem.

Nos dias atuais, a Antropologia é considerada como a ciência da cultura humana e da humanidade, com um campo de investigação bem amplo e que abrange integralmente a cultura por meio do espaço, tempo e da própria história, analisando o comportamento humano e suas raízes culturais.

Devido as inúmeras linhas de pensamento da Antropologia, há uma divisão entre os estudiosos, já que alguns optam por se ater a uma linha doutrinária e outros por uma linha filosófica.

Compartilhe