A Lenda do Bradador

No centro-sul do Brasil, existe a figura de uma alma penada que ronda os campos e que é chamada de Bradador. Na lenda do Folclore Brasileiro, o Bradador é retratado como um pecador que não tinha acertado seus pecados antes de morrer. Por isso, quando foi enterrado, ele foi devolvido pela terra.

O corpo seco do Bradador, que mais se parece com uma múmia, vaga pelos campos sempre depois da meia-noite, no meio da escuridão, na hora do silêncio, quando não tem nada por perto. Segundo a lenda, ele pode aparecer e costuma assombrar quem está à toa andando no meio do nada, entre o mato.

Segundo pessoas que já ouviram os gritos do Bradador, os sons se parecem com brados fortes, lamentos e com alguém que está agonizando sua dor. De acordo com a lenda do Bradador, para que este corpo sem alma possa ser enterrado, é necessário que ele encontre uma mulher chamada Maria por 7 vezes. Só assim, terá direito ao descanso.

Como o Bradador grita muito, nenhuma moça de nome Maria tem coragem de enfrentar a solidão das noites no campo com os brados estridentes para encontrar esta espécie de múmia perdida.

Fantasma Bradador

Onde a lenda do Bradador é mais popular?

Em São Paulo, no rio das Mortes, o Bradador é muito mais frequente do que em outros lugares do país. De acordo com histórias da região, diversos mineradores se mataram por causa da ganância em busca de ouro e prata na região. Por isso, os lamentos são mais comuns neste lugar.

A lenda do Bradador tem origem sertaneja. As histórias são repetidas ao longo dos anos por moradores do campo, viajantes e por quem está acostumado com o interior brasileiro. Essa é uma das lendas mais interessantes do folclore nacional e costuma assustar crianças, jovens e até mesmo adultos.

Veja também

Leia também! Assuntos relevantes