O folclore brasileiro é repleto de criaturas mágicas, muitas com ligação à cultura indígena. A Lenda da Iara é um exemplo! Essa lenda indígena também é chamada de Mãe d’água e tem sua origem na região amazônica.

Iara, no dialeto indígena, significa “aquela que mora nas águas”. É uma bela sereia, metade peixe e metade mulher, que vive nas águas da Amazônia e encanta os homens com o seu cantar.

Diferentemente da imagem que muitos de nós temos sobre uma sereia, a beleza de Iara é bastante brasileira. Ele tem cabelos longos e pretos e lindos olhos castanhos.

Direto das águas, Iara emite uma melodia que hipnotiza os homens e que faz com que eles adentrem as águas para encontrá-la. É um canto doce e suave, verdadeiramente contagiante.


Como Iara se tornou uma sereia?


Iara, lenda

Iara teria nascido humana, dona de uma beleza rara e de uma coragem de dar inveja em muitas pessoas. Ela era uma jovem índia, forte e linda, mas isso fazia com que a ira das pessoas fosse despertada contra ela, inclusive a de seus próprios irmãos.

Em uma ocasião, os irmãos de Iara tentaram matá-la, mas como ela era esperta e guerreira, ela matou os irmãos. Com medo das punições que receberia de seu pai, Iara foge de sua tribo. Na fuga, no entanto, ela é encontrada pelo pai, que num ato de fúria a lança nas águas amazônicas.

Peixes mágicos veem a cena e resolvem ajudar a jovem, transformando-a em uma sereia. Desde então, Iara vive nos rios amazônicos e canta para encantar e seduzir os homens. Todos os que caem em seu encanto acabam morrendo afogados, pois são levados por Iara para o fundo do rio.

Já os homens que conseguem se salvar do canto de Iara acabam ficando em estado de loucura e precisam da ajuda de um pajé para voltarem ao normal.

Essa lenda é muito conhecida na região norte do Brasil e se espalhou por todos os cantos do país, com pequenas variações na forma de contar a estória. Para ter ideia de como a lenda é poderosa, muitos índios têm medo de passar perto de rios ao entardecer, pois temem ser hipnotizados pelo canto da sereia.

Algumas versões dessa lenda dizem que Iara foi jogada por seu pai nas águas do encontro dos Rios Negro e Solimões. Então, já sabe! Se um dia você for para essa região do Brasil fique atento e fuja do canto da sereia!


Veja também:

Principais Deuses Indígenas