Sigmund Freud (1856 - 1939)

Você já ouviu a célebre frase “Freud explica”? Saiba que esta famosa expressão faz referência a Sigmund Freud, o criador e pai da psicanálise. O que Freud tanto tentou explicar foi a mente humana. Ele dedicou sua vida ao estudo dos mistérios do inconsciente dos seres humanos e fez revelações que até hoje são usadas como base para a psicanálise moderna.


Quem foi Freud?

Sigmund Freud nasceu em 6 de maio de 1856, em Freiberg, região pertencente ao atual território da República Tcheca. Ele foi um médico neurologista, judeu e criador da Psicanálise.

Os primeiros passos de Freud nas pesquisas sobre a mente humana foram em contato com a técnica da hipnose. Ele tentava acessar os conteúdos mentais das pessoas que se tratavam de histeria.

Freud ficou conhecido por criar diversas teorias importantes, como a dos mecanismos de defesa, da repressão psicológica e da clínica da psicanálise para tratamento de psicopatologias. Ele também desenvolveu as técnicas de diálogo com os pacientes e propôs uma série de teorias sobre o sexo, entre as quais se destaca a afirmação de que o desejo sexual seria a energia motivacional primária da vida humana.

Os estudos de Freud ajudaram a ciência a ter uma melhor compreensão do ser humano e de seus atos impulsionados por desejos e sentimentos. Dentro da Psicanálise, Freud também pesquisou a interpretação dos sonhos e a livre associação. Ele acreditava que tanto os sonhos quanto os pesadelos eram vias de acesso ao inconsciente humano.


A família de Freud

Freud era filho de Amália e Jacob. Ele nasceu em uma modesta família de comerciantes, que se mudou para Viena, em 1860.

O nome de registro de Freud era Sigismund Schlomo Freud, mas, em 1877, ele decidiu abreviar seu próprio nome para Sigmund Freud. Em 1873, ele entrou para a Faculdade de Medicina da Universidade de Viena, onde se formou em 1882.


O trabalho de Freud

Sigmund trabalhou no Hospital Geral de Viena e com o neurologista francês Jean Martin Charcot, responsável por introduzi-lo ao universo da hipnose.

Em 1895, Freud, em parceria com o médico Joseph Breuer, publicou a obra "Estudo sobre Histeria". Em seguida, ele começou a desenvolver as bases psicanalíticas da livre associação, pela qual o paciente fala sobre suas memórias, traumas reprimidos e neuroses.

Em 1899, ele publicou o livro "A interpretação dos sonhos", no qual tentou desvendar os mistérios da área mais profunda da mente humana. Em 1908, ele criou a Sociedade Psicanalítica de Viena.

Em 1938, Freud foi obrigado a fugir para a Inglaterra, por causa do avanço nazista na Europa. Nessa fase, ele já estava bastante doente, pois havia desenvolvido um câncer de garganta. Ele acabou morrendo em Hampstead, em 23 de setembro de 1939, aos 83 anos de idade. Seus restos mortais estão sepultados no Golders Green Crematório, em Londres, na Inglaterra.

Leia também! Assuntos relevantes