Revolução Francesa

A Revolução Francesa foi um período histórico da França, marcado por intensas mudanças políticas e sociais. O movimento influenciou todo o continente europeu e, até mesmo, países de outros continentes.

A Revolução Francesa ocorreu em um momento conturbado da França, no qual a monarquia absolutista que havia dominado o país por séculos colapsou e a sociedade francesa vivia uma fase de transformações. O momento histórico marcou também uma revolta dos franceses contra os privilégios feudais, religiosos e aristocráticos.

As massas populares foram às ruas da França e os antigos ideais da nação foram substituídos por novos pensamentos, baseados na igualdade, liberdade e fraternidade, o lema da Revolução Francesa (Liberté, Égalité, Fraternité).

Diversas reformas importantes foram implantadas durante essa revolução. Os ideais iluministas guiaram os movimentos radicais contra a monarquia, levando à revolução que, de fato, começou no ano de 1789.


Saiba como foi:
Antes da Revolução Francesa

Cavaleiro, Batalha


Resumo sobre a Revolução Francesa

Um dos marcos dessa revolução foi a Tomada da Bastilha, que exigia a aprovação da Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão. Houve também uma importante marcha sobre Versalhes.

Os anos de Revolução Francesa também foram marcados por várias lutas sociais e assembleias e pelo combate ao absolutismo do rei Luís XVI.

Durante os anos de revolução, a França passou por situações críticas nas áreas econômicas e políticas. Os cidadãos que formavam o terceiro estado francês, com mais de 24 milhões de pessoas, e os camponeses se uniram para questionar o rei Luís XVI sobre a hierarquia social e o pagamento de impostos. Essa situação fez com que o reinado afundasse em uma crise profunda. A população culpava a nobreza pela miséria da nação.

Com isso, Paris, a capital do país, foi tomada por operários e artesãos em greve e por manifestações populares contra a política econômica. A queda da Bastilha é tratada até hoje como o marco zero da Revolução Francesa. Os primeiros impactos da revolução foram a abolição das leis feudais e o fim dos privilégios do clero e da nobreza.

Em seguida, foi proclamada a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, que estabelecia a liberdade e a igualdade de todos perante a lei, a liberdade de opinião e a presunção da inocência. Durante o movimento da revolução, o rei Luís XVI e sua família ficaram presos dentro do palácio real em Paris.

Em 1791, foi promulgada a primeira Constituição da França, que determinava a divisão dos três poderes do Estado e a adoção da monarquia constitucional. Em junho de 1791, a família real francesa tentou fugir para a Áustria, mas acabou detida e presa por conspiração contra o Estado. Com isso, o governo da França foi passado a um Conselho Executivo Provisório.

Em 22 de setembro do mesmo ano, foi proclamada a República Francesa. Em 21 de janeiro de 1792, Luís XVI foi executado na guilhotina.


Leia também:
A Batalha de Marengo

Leia também! Assuntos relevantes