Pré-Sal


 Compartilhar no facebook
 Compartilhar no twitter


Pré-Sal

O que é o pré-sal?
O termo pré-sal refere-se a um conjunto de rochas localizadas nas porções marinhas de grande parte do litoral brasileiro, com potencial para a geração e acúmulo de petróleo. Convencionou-se chamar de pré-sal porque forma um intervalo de rochas que se estende por baixo de uma extensa camada de sal, que em certas áreas da costa atinge espessuras de até 2.000m. O termo pré é utilizado porque, ao longo do tempo, essas rochas foram sendo depositadas antes da camada de sal. A profundidade total dessas rochas, que é a distância entre a superfície do mar e os reservatórios de petróleo abaixo da camada de sal, pode chegar a mais de 7 mil metros.

As maiores descobertas de petróleo, no Brasil, foram feitas recentemente pela Petrobras na camada pré-sal localizada entre os estados de Santa Catarina e Espírito Santo, onde se encontrou grandes volumes de óleo leve. Na Bacia de Santos, por exemplo, o óleo já identificado no pré-sal tem uma densidade de 28,5º API, baixa acidez e baixo teor de enxofre. São características de um petróleo de alta qualidade e maior valor de mercado.

O pré-sal é uma extensa área (são 149 milhões de quilômetros quadrados) localizada de 5 mil a 7 mil metros abaixo da superfície do mar e a mais de 300 quilômetros da costa dos estados do Espírito Santo, do Rio de Janeiro e de São Paulo. Nesta região, a Petrobras encontrou pe­­tróleo de alta qualidade e no ano passado começou a explorá-lo em pequenas quantidades. Estimativas apontam que toda a camada pode conter até 80 bilhões de barris de petróleo. Se as projeções do governo e de estudiosos estiverem corretas, a descoberta pode colocar o Brasil entre os dez maiores países produtores do mundo.


Pré-sal a fundo
Partilha
Um projeto de lei do governo federal determina que o petróleo do pré-sal seja dividido entre a União, a Petrobras e as demais empresas que participarem da exploração. A parte do governo seria investida em educação e programas de combate à pobreza.

Ranking
Os maiores exportadores mundiais de petróleo estão no Oriente Médio. Estados Unidos, Rússia, Irã, Arábia Saudita, Venezuela, Kuwait, Líbia, Iraque, Nigéria e Canadá são considerados os maiores produtores do mundo.

Encontrar o petróleo no fundo do mar foi o primeiro passo. Agora vem outro desafio, que é buscar tecnologia para extraí-lo de forma economicamente viável. Além disso, o governo precisa encontrar meios de fazer com que os recursos obtidos com o pré-sal se transformem em melhores condições de vida para a população. Afinal, o desenvolvimento econômico de um país nem sempre é acompanhado do desenvolvimento social. Em 2000, por exemplo, a Índia ficou em 11.º lu­­gar no ranking das nações com maior PIB (Produto Interno Bruto) do mundo, à frente da Noruega e da Suíça. Por outro lado, a Índia apresenta condições de vida muito piores que esses países europeus.


Petróleo no Brasil
A primeira sondagem foi feita em São Paulo, entre 1892 e 1896. A perfuração atingiu 488 metros de profundidade, mas o poço jorrou somente água sulfurosa. Somente em 1939 foi descoberto petróleo em Lobato, na Bahia.


Petrobras
A empresa foi criada em 1953, com o objetivo de monopolizar a exploração do petróleo no Brasil. A partir daí, muitos poços foram perfurados. No final da década de 90, no governo Fernando Henrique Cardoso, a empresa perdeu o monopólio da atividade. Atualmente ela está entre as maiores empresas petrolíferas do mundo. O petróleo é uma das principais commodities minerais (que são, resumidamente, mercadorias produzidas em grande quantidade e comercializadas em escala mundial) produzidas pelo Brasil.


Qual o volume estimado de óleo encontrado nas acumulações do pré-sal descobertas até agora?
Os primeiros resultados apontam para volumes muito expressivos. Para se ter uma ideia, só a acumulação de Tupi, na Bacia de Santos, tem volumes recuperáveis estimados entre 5 e 8 bilhões de barris de óleo equivalente (óleo mais gás). Já o poço de Guará, também na Bacia de Santos, tem volumes de 1,1 a 2 bilhões de barris de petróleo leve e gás natural, com densidade em torno de 30º API.

Até o momento, todos os blocos da área do pré-sal tiveram sucesso exploratório. A Petrobras anunciou, em novembro de 2007, que a área de Tupi, no Bloco BMS-11, deve ter volume recuperável de até 8 bilhões de barris de petróleo. Entre as descobertas ocorridas nos últimos 30 anos, apenas o campo de Kashagan, com 15 bilhões de barris, no Cazaquistão, tem maior volume.


Que semelhanças podem ser identificadas entre o que ocorreu na década de 80, na Bacia de Campos, e agora, com o pré-sal?
De fato, as descobertas no pré-sal deixam a Petrobras em situação semelhante à vivida na década de 80, quando foram descobertos os campos de Albacora e Marlim, em águas profundas da Bacia de Campos. Com aqueles campos, a Companhia identificava um modelo exploratório de rochas que inauguraria um novo ciclo de importantes descobertas. Foi a era dos turbiditos, rochas-reservatórios que abriram novas perspectivas à produção de petróleo no Brasil. Com o pré-sal da Bacia de Santos, inaugura-se, agora, novo modelo, assentado na descoberta de óleo e gás em reservatórios carbonáticos, com características geológicas diferentes. É o início de um novo e promissor horizonte exploratório.


A importância do Pré-Sal
As mega reservas de petróleo descobertas na costa brasileira farão do nosso país uma das três maiores nações petrolíferas do mundo. Localizadas em águas ultra-profundas, abaixo da camada de sal – o chamado Pré-Sal, essas reservas deveriam ser integralmente do povo brasileiro, não fosse a ação entreguista dos neoliberais, que acabaram com o monopólio estatal e abriram a exploração das nossas jazidas para as empresas privadas. A atual legislação (Lei 9.478/97) permite que multinacionais explorem e produzam o petróleo e gás do Brasil, se apropriem das nossas riquezas e façam o que quiser com elas.

Imaginem quantos bilhões estas empresas têm lucrado, explorando nossos recursos minerais! Um prejuízo imenso para a nação! Por isso, é URGENTE uma nova legislação para regular a indústria de petróleo, garantindo que as reservas gigantescas recém descobertas sejam controladas pelo Estado e que as riquezas produzidas sejam utilizadas prioritariamente em benefício do povo brasileiro.


Leia também:
Petróleo
Novo modelo de exploração do petróleo é debatido

Notícias sobre o pré-sal:
O duelo do pré-sal
Dinheiro para o pré-sal


Bibliografia:
http://www2.petrobras.com.br/presal/perguntas-respostas/
http://www.gazetadopovo.com.br/vestibular2009/cainaprova/conteudo.phtml?id=925653
http://www2.camara.gov.br/agencia/noticias/127345.html
http://www.presal.org.br/importancia_presal.php
Imagem: http://visaoeconomica.files.wordpress.com/2009/09/visao-economica-pre-sal-1.jpg

Texto enviado às 13:31 - 22/02/2009
Autor: Arthur Medeiros






[ Pesquisa escolar lida 23296 Vezes - Categoria: Geografia ]


Leia também! Assuntos relevantes.

Petróleo, uma caixa preta
Por Rodnei Vecchia. Nove em dez vezes o dinheiro do petróleo é um dinheiro maldito. Ignacy Sachs O Brasil apresenta-se mundialmente como detent...
Lido: 3263 Vezes

Ecologia Profunda
"O novo paradigma (uma constelação de concepções, de valores, de percepções e de práticas compartilhados por uma comunidade e que estabelece uma visão...
Lido: 10978 Vezes

Dia da Ecologia
O Dia da Ecologia é comemorado em 05 de junho, mesma data em que se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente. A data é importante para discutir e refle...
Lido: 4099 Vezes

Ecologia
Durante muito tempo desconhecida do grande público e relegada a segundo plano por muitos cientistas, a ecologia surgiu no século XX como um dos mais p...
Lido: 39112 Vezes

Combustíveis fósseis: Petróleo, Carvão e Gás Natural
A origem dos combustíveis fósseis Existem três grandes tipos de combustíveis fósseis: o carvão, o petróleo e o gás natural. Os três foram formados há...
Lido: 39904 Vezes

Gasolina adulterada, um grande problema brasileiro
É muito difícil identificar se uma gasolina está adulterada ou não. Hoje, até mesmo as grandes redes de postos de gasolina podem estar oferecendo prod...
Lido: 3172 Vezes

Novo modelo de exploração do petróleo é debatido
29/08 a 15/09/2008 O governo federal ainda não definiu o modelo a ser adotado para a exploração do petróleo da camada pré-sal da costa brasileira. É ...
Lido: 11249 Vezes

Álcool no sistema nervoso e seus prejuízos
O efeitos do uso prolongado do álcool são diversos. Dentre os problemas causados diretamente pelo álcool pode-se destacar doenças do fígado, coração e...
Lido: 17785 Vezes

Biomassa - Energia Alternativa
Cálculos preliminares demonstram que o bagaço de cana, subproduto da usina de açucar e da destilação do álcool referente a safra paulista de 2003, est...
Lido: 7013 Vezes

Ecologia Humana e Ecologia Urbana
Ecologia Humana Estudo científico das relações entre os homens e seu meio ambiente, isto é, as condições naturais, interações e variações, em todos o...
Lido: 7572 Vezes

Estudantes Online | Fale Conosco | Feed / RSS | Google + | Twitter |

Novos assuntos sobre educação no seu e-mail

Site destinado a educação, informação e pesquisa escolar. Não incentivamos a prática de trabalhos escolares prontos.

Sendo um veículo de comunicação, não compactuamos com nenhuma opinião sobre nenhum tema.

Cópia de conteúdo somente se citada a fonte.

© 2014 - Grupo Escolar - Todos direitos reservados