Obesidade

Por

A obesidade é considerada uma doença crônica atualmente, que pode gerar muitas outras doenças pelo excesso de gordura acumulada, principalmente na região abdominal.

No Brasil, segundo a ABESO (Associação Brasileira para Estudos da Obesidade) 40% da população adulta tem excesso de peso. Por ano morrem de 50.000 a 100.000 de pessoas no nosso país por causa da obesidade.

Nossa cultura é altamente consumista e tem por hábito a ingestão excessiva de alimentos supérfluos, como balas, bolachas, salgadinhos, etc. Inclusive nas relações sociais, costumamos agradar nossos convidados e amigos com lanches, refrigerantes, cafezinho, bolo e jantares.

As facilidades da vida moderna como elevadores, escadas rolantes, controles remotos, vidro de automóveis automáticos, hábitos de alimentação rápida pela pressa, leva ao baixo gasto de calorias.

Para descobrirmos se estamos acima do peso ideal usamos a fórmula do IMC (Índice de Massa Corporal), dividindo o peso em kg pela altura ao quadrado em metros, e comparamos o resultado com a tabela abaixo:

Índice _______________________ Avaliação
18 a 24,9 .................... Peso saudável

25 a 29,9 .................... Sobre peso

30 a 34,9 .................... Obesidade grau I

35 a 39,9 .................... Obesidade grau II

40 ou + ...................... Obesidade grau III

Outro fator importante é a medida abdominal, que na mulher deve estar abaixo de 80 cm, sendo que acima de 88 cm é um risco aumentado de doenças cardiovasculares e diabetes. Já no homem esta medida deve ficar abaixo de 94 cm, sendo que acima de 102 cm é risco aumentado, isto porque na região do abdômen se localizam nossos órgãos vitais, e com o aumento de peso há um depósito de gordura no local.


Como tratar a obesidade?
* O tratamento consiste em reeducação alimentar, diminuindo calorias e aumentado a atividade física, uma alimentação balanceada, com 5 ou 6 refeições por dia.

* O uso de complementos alimentares, conforme a necessidade do paciente, através de avaliação de exames.

* Também é importante um tratamento comportamental com um grupo de apoio para o paciente nunca se sentir desamparado.

Fonte:
http://www.nutricy.com/obesidade-2/

Leia também! Assuntos relevantes