O nitrogênio, também conhecido como azoto (palavra grega), é um elemento químico extremamente abundante na Terra. Encontrado na forma gasosa, ele chega a preencher mais de 78% de todo o volume do ar atmosférico.

Esse gás faz parte do grupo 15 da Tabela Periódica estudada na química. Ele é representado pela letra N, tem classificação de não-metal, é incolor, inodoro e insípido, tem número atômico 7 e pode se tornar sólido a uma temperatura de -210 °C.

Nitrogênio tabela periodica

Informações importantes sobre o Nitrogênio

O nitrogênio faz parte da composição de meteoritos, do Sol e das estrelas. Em nosso planeta, ele está presente no solo, nos seres vivos, na chuva e na atmosfera.

A massa molar do nitrogênio é 14,0067 g/mol. O elemento tem suas moléculas formadas por dois átomos de nitrogênio, unidos por meio de uma ligação tripla.

Em uma escala de abundância na Terra, o nitrogênio ocupa o 33º lugar na lista dos elementos químicos. Este não é um gás com perfil muito reativo e também é considerado pouco inflamável. Por apresentar essas características, ele acaba sendo usado em diversos processos químicos.

Hoje, as principais utilidades do nitrogênio para o homem são: no comércio de cilindros de gás inerte para a produção de eletrônicos, para o enchimento e calibragem de pneus e para o empacotamento de alimentos.

Nitrogênio Liquido

A História do Nitrogênio

O Nitrogênio já é conhecido pelo homem desde a Idade Média. Ele era usado por alquimistas para dissolver ouro.

A primeira apresentação formal do Nitrogênio aconteceu em 1772, graças a Daniel Rutherford. Porém, o elemento foi isolado pela primeira vez por William Scheele, também no ano de 1772.

Mais tarde, descobriu-se que o nitrogênio é o elemento essencial para as plantas, principal responsável pelo crescimento vegetal no planeta. As plantas aproveitam os compostos de amônia (NH4+) e nitrato (NO3-) presentes no Nitrogênio.

O homem também chegou à conclusão de que o nitrogênio poderia ser utilizado para congelar alimentos, fabricar peças eletrônicas, produzir aço inoxidável, fabricar nitroglicerina e Trinitrotolueno (TNT), entre outras finalidades.

A distribuição eletrônica do Nitrogênio é a seguinte: 2 elétrons na primeira camada e 5 elétrons na segunda camada. Este gás tem alta eletronegatividade e pode ser obtido através da destilação fracionada do ar liquefeito.


O ciclo do Nitrogênio

Um dos estudos mais importantes sobre este gás diz respeito ao processo chamado de ciclo do Nitrogênio, pelo qual o elemento circula pelas plantas e pelo solo, passando por fases de amonificação, nitrificação, aminação e transaminação até se fixar nas raízes das plantas.

Leia também! Assuntos relevantes