Determinismo Biológico

O termo Determinismo Biológico está relacionado a uma certeza biológica, ou uma mentalidade determinística. O conceito envolve o comportamento e as principais características biológicas das espécies. Na prática, este conceito apresenta um perfil ou comportamento comum a um grupo de indivíduos. Isso quer dizer que tem relação com as características biológicas.


Entendendo o Determinismo Biológico

O Determinismo Biológico é um termo estudado pela antropologia, e faz referência às variáveis biológicas que influenciam os seres, principalmente o homem. Esse conceito estabelece uma visão de que o homem está condicionado a seguir mecanismos biológicos, determinantes para a vida.

Segundo os antropólogos e cientistas, o determinismo biológico condiciona todas as características físicas e psicológicas do ser humano, afirmando que sua origem, raça ou nacionalidade possam colocá-lo em classes específicas. Em um exemplo prático, o determinismo biológico pode ser notado quando ouvimos afirmações do tipo: todo europeu é branco, todo africano é negro, todo japonês é reservado, todo chinês apresenta inteligência elevada, etc.


Interpretando o conceito de Determinismo Biológico

O determinismo biológico, de certa forma, é um pensamento que ressalta a existência de superioridade e inferioridade. O conceito toma como base as diferenças biológicas para fazer afirmações, como se tudo estivesse relacionado às características genéticas.

Sob o ponto de vista da espécie humana, é possível dizer que os homens apresentam características identificáveis e que são determinantes para a sobrevivência, mas como sociedade, o determinismo biológico não é aceitável, já que tende a classificar as pessoas de acordo com sua origem, afirmando que até mesmo questões como o alcoolismo e a criminalidade estejam relacionadas ao perfil biológico.

O determinismo biológico também é questionável pelo fato de o homem evoluir constantemente, graças à sua natureza inteligente. Sendo assim, as pessoas são formadas por seu meio social, sua cultura, seus valores, sua origem e por muitos outros critérios, e não apenas pelas características biológicas.


O que podemos concluir sobre Determinismo Biológico

As diferenças genéticas não são absolutamente determinantes, e podem ser transformadas por meio das diferenças culturais, sociais, étnicas, religiosas e de valores. Por fim, não se pode avaliar o Determinismo Biológico com tanto rigor, pois as capacidades físicas e psicológicas do ser humano não estão condicionadas apenas à sua etnia.

Leia também! Assuntos relevantes