Carl Jung (1875 - 1961)

Carl Jung (1875 - 1961)

Por

Carl Gustav Jung nasceu em 26 de julho de 1875, em Kesswil, na Suíça. Ele foi um grande estudioso dos complexos afetivos dos seres humanos, além de ter dedicado esforços à compreensão das experiências emocionais. Suas primeiras teorias foram publicadas no livro "Memórias, Sonhos e Reflexões".

Carl Jung cresceu na cidade de Basileia, considerada um importante centro cultural da Europa. Ele se formou em medicina na Universidade da Basileia, em 1900. O primeiro trabalho de Jung foi no hospital psiquiátrico Burgholzi, em Zurique.


Vida pessoal de Carl Jung

Carl Jung foi casado com Emma Rauschenbach, com quem teve cinco filhos. A família de Jung seguia a religião Luterana.

O psiquiatra teve uma amizade próxima com Sigmund Freud, o criador da psicanálise, de quem se tornou um verdadeiro discípulo. Os dois chegaram a viajar juntos para os Estados Unidos, em 1909, a fim de realizar uma série de palestras, mas romperam a amizade no ano de 1912 por causa de divergências de ideias.

A principal razão deste afastamento foi o fato de que Jung não aceitava a tese de Freud de que os traumas sexuais pudessem ter forte influência na vida e no comportamento humano.


Vida profissional de Carl Jung

Em 1903, Jung publicou o livro "Psicologia e Patologia dos Fenômenos ditos Ocultos". Esta obra foi resultado de seu estudo durante o doutorado.

Em 1905, ele se tornou docente da Universidade de Zurique. Já em 1910, foi eleito presidente da "Associação Psicanalítica Internacional".

A partir de 1912, Jung desenvolveu uma depressão que o afastou da psicologia por um tempo, mas ele nunca deixou de estudar e escrever. Durante sua carreira, Carl Jung foi o responsável por diversas inovações, como, por exemplo, a criação de um teste para diagnóstico psiquiátrico por meio da associação de palavras.

Em 1917, os estudos de Jung foram publicados no livro "A Psicologia do Inconsciente". Já aos 80 anos de idade, Jung também escreveu um livro de memórias.

Considerado o pai da psicologia analítica, Carl Jung morreu em 6 de junho de 1961, em Zurique, na Suíça. Até hoje, o médico é considerado uma referência nos estudos sobre os fenômenos psíquicos.

Jung concentrou grande parte de seus estudos ao entendimento dos diferentes estados da personalidade. Ele também pesquisou as relações entre a psicoterapia e a religião.

O médico se destacou ainda nos campos da filosofia, da literatura, da antropologia e dos estudos religiosos.

Leia também! Assuntos relevantes