Alphonsus Guimarães

Alphonsus Guimarães, ou Alphonsus de Guimaraens, é o pseudônimo do poeta brasileiro Afonso Henrique da Costa Guimarães, nascido em Ouro Preto, em 24 de julho de 1870. O escritor produziu uma vasta obra influenciada pela religiosidade católica.

Os sonetos escritos pelo poeta eram marcados por uma estrutura clássica, com extrema sensibilidade. Os principais temas abordados pelo escritor em sua obra foram a morte, a solidão, os amores impossíveis, a morte da mulher amada, entre outros.

Os textos de Alphonsus Guimarães tinham uma característica mística, com um profundo sentimento de resignação e sofrimento. Além disso, o poeta tratava a figura feminina com um toque de espiritualidade e perfil celestial, comparando a mulher a uma espécie de anjo.

O escritor foi uma figura importante dentro de dois movimentos distintos da literatura: o período neo-romântico e o simbolista. Alphonsus Guimarães foi considerado um dos mais importantes autores do simbolismo nacional. Ele também traduziu poemas de poetas de grande prestígio, como Stephane Mallarmé.

Foto do Alphonsus Guimarães

Vida e obra de Alphonsus Guimarães

Alphonsus Guimarães valorizava muito as métricas em suas poesias. Ele chegou a escrever em verso decassílabo, redondilha maior e em outros formatos. O poeta brasileiro, figura relevante do Movimento Simbolista, Alphonsus Guimarães nasceu em Ouro Preto, Minas Gerais. Ele era filho de comerciantes portugueses, Albino da Costa Guimarães e Francisca de Paula Guimarães Alvim.

O poeta estudou o ensino básico em Minas Gerais. Ele foi apaixonado por sua prima, Constança, que era filha do escritor Bernardo Guimarães. A morte prematura da jovem fez com que o poeta caísse na vida boêmia.

Ele escreveu para o Almanaque Administrativo, Mercantil, Industrial, Científico e Literário do município de Ouro Preto. Na juventude, viajou para São Paulo para estudar Direito na Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, em 1891, porém concluiu o curso em Ouro Preto, na Academia Livre de Direito de Minas Gereis. O escritor também estudou Ciências Sociais.

Em Minas Gerais, atuou como promotor de Conceição do Serro e como juiz substituto. O poeta se casou, em 1897, com Zenaide de Oliveira. O casal teve 14 filhos.

Os três primeiros livros da obra de Alphonsus Guimarães foram Dona Mística, Câmara Ardente e o Setenário das Dores de Nossa Senhora. Em 1905, o poeta foi nomeado juiz municipal no município de Mariana, Minas Gerais.

Alphonsus Guimarães faleceu em 15 de julho de 1921. Suas principais obras foram: Kiriale (1902), Mendigos (1920), Pauvre Lyre (1921) e Pastoral aos Crentes do Amor e da Morte (1923, obra póstuma).

Leia também! Assuntos relevantes