Transitividade verbal

Os verbos transitivos na Língua Portuguesa variam por causa da transitividade verbal, existente devido à relação dos verbos com seus complementos. Por isso, a transitividade verbal acontece da seguinte maneira:

  • Verbo transitivo direto
  • Verbo transitivo indireto
  • Verbo transitivo direto e indireto
  • Verbo intransitivo

Quando o verbo é transitivo, significa que seu sentido depende do complemento para se apresentar de forma integral ou completa. Sem este elemento, a informação fica falha e ineficiente. Veja o exemplo a seguir:

Joana fez.

Sem um contexto, fica difícil entender o que Joana teria feito. Neste caso, falta um complemento para preencher a sentença de sentido.

Para cada complemento da transitividade verbal existe uma classificação.


Verbo Transitivo Direto

Neste caso, a transitividade verbal acontece sem a presença de preposição e o verbo necessita do complemento para ter sentido. O objeto direto cumpre o papel do complemento verbal. Veja o caso:

Joana comprou o presente.

Joana – Sujeito

Comprou – Verbo Transitivo Direto

O presente – Objeto Direto

Vale ressaltar que o “o” que antecede a palavra “presente” é um artigo definido e não uma preposição.


Verbo Transitivo Indireto

Na transitividade verbal, o Verbo Transitivo Indireto possui uma preposição entre o verbo e o objeto. As mais comuns são “com”, “de” e “para”.

Veja os exemplos:

Carlos precisa de dinheiro.

Marcos espia com binóculo.


As preposições são obrigatórias, caso contrário não haverá sentido completo.

Carlos e Marcos – Sujeitos

Precisa e Espia – Verbos Transitivos Indiretos

De dinheiro e Com Binóculo – Objetos Indiretos


Pode acontecer ainda de o verbo ser transitivo direto e indireto em uma mesma oração. Veja:

Marcos espia a rua com binóculo.

A rua – Objeto Direto

Com binóculo – Objeto Indireto


Verbo Intransitivo

Caso o verbo seja intransitivo, isso significa que ele possui sentido completo, mesmo sem complemento. Veja o exemplo:

Maria nasceu.

Eu sobrevivi.

Minha mãe adormeceu.

Em todas as frases, é possível entender e interpretar o sentido completo da mensagem.