ZEEs da China

Por

As ZEEs são as chamadas Zonas Econômicas Especiais da China. Essas regiões formam o principal mecanismo de abertura da economia chinesa.

As zonas econômicas foram criadas na década de 1970 por determinação de Deng Xiaoping. Essas áreas foram definitivamente implantadas a partir de 1980.

O objetivo das Zonas Econômicas Especiais é comandar a economia capitalista do país. Essas zonas se desenvolveram utilizando mão de obra barata na produção de roupas, brinquedos e calçados chineses. Num segundo momento, essas regiões também passaram a produzir eletrônicos e automóveis.

As Zonas Econômicas Especiais ajudaram a China a abrir mercado ao capital estrangeiro. Essas regiões foram implantadas nas proximidades de portos e grandes cidades para garantir uma produção industrial diversificada para a exportação.

Nessas zonas da China a legislação é mais flexível e conta com a isenção de impostos. As principais zonas econômicas foram estabelecidas em Shantou, Shenzhen e Zhuhai, localizadas na província de Guangzhou; e em Xiamen, na província de Fujian.

Algumas cidades costeiras como Dalian, Qinhuangdao, Tianjin, Yantai, Qingdao, Lianyungang, Nantong, Xangai, Ningbo, Wenzhou, Fuzhou, Guangzhou, Zhanjiang e Beihai também foram beneficiadas entre 1985 e 1990.

Atualmente, as principais Zonas Econômicas Especiais são: Shenzhen, Zhuhai, Shantou, Xiamen e Província de Hainan.

Leia também! Assuntos relevantes