Transgênicos no Brasil

Transgênicos no Brasil

Por

Os alimentos transgênicos são aqueles geneticamente modificados, ou seja, resultantes de manipulações em laboratório. Nestes alimentos, os cientistas incorporam diferentes características, por meio de um processo de transferência artificial de genes. Com isso, é possível criar o perfil desejado para cada tipo de alimento, tornando a produção agrícola mais resistente contra pragas e mais atrativas.

A técnica dos transgênicos aumentou a produtividade no campo, reduziu os custos de produção e alavancou os lucros, abrindo novas possibilidades de negócios no mercado internacional. Com o uso das sementes transgênicas, o Brasil elevou sua produção de diversos alimentos e grãos. Hoje, nosso país ocupa o segundo lugar entre as nações que mais cultivam variedades de transgênicos, ficando atrás apenas dos Estados Unidos.

De acordo com um relatório do Serviço Internacional para Aquisição de Aplicações em Agrobiotecnologia, somente no ano de 2013, os produtores brasileiros plantaram mais de 40,3 milhões de hectares de soja, milho e algodão transgênicos. O Brasil também foi o país que alcançou o mais elevado crescimento da área para produção com transgênicos.

Pesquisadores afirmam que o cultivo de transgênicos resistentes ao ataque de insetos possibilitou uma redução significativa no uso de defensivos químicos no mundo. Já os críticos das sementes geneticamente modificadas acreditam que estes produtos não são seguros para o consumo humano, pois não passaram por testes suficientes.

Atualmente, os principais cultivos de transgênicos para fins comerciais são: soja, milho, algodão e canola. A discussão sobre os transgênicos ainda deve se prolongar por muitos e muitos anos, porém, recentemente, uma revisão científica dos Estados Unidos apontou que os organismos geneticamente modificados são tão saudáveis quanto qualquer outro tipo de alimento.

Segundo a Academia Nacional de Ciências dos EUA, as plantas geneticamente modificadas não têm impacto negativo sobre a saúde das pessoas. Também não foram encontradas provas conclusivas que demonstrem que este tipo de produção agrícola possa causar problemas ambientais.

Leia também! Assuntos relevantes