Tato

Por

O tato é um dos cinco sentidos dos seres humanos. Ele é uma resposta direta da capacidade que temos de captar estímulos por meio de receptores cutâneos.

É graças ao tato que uma pessoa cega consegue ler em braille. Os receptores táteis estão presentes em diversas regiões da pele, principalmente nas pontas dos dedos.

O tato é um sentido que age sobre a pele, o maior órgão do corpo humano. As terminações nervosas da pele são capazes de captar variados estímulos, entre eles os térmicos, mecânicos e dolorosos.

Cada receptor cutâneo é especializado para receber diferentes tipos de estímulos. Os seres humanos possuem basicamente três tipos de receptores na pele: os corpúsculos de Pacini, os corpúsculos de Meissner e os discos de Merkel. Falaremos sobre cada um deles a seguir.

Receptores cutâneos

Corpúsculos de Pacini – Captam estímulos vibráteis e táteis.

Corpúsculos de Meissner – Estão presentes na pele que não apresenta pelos. Captam estímulos táteis.

Discos de Merkel – Captam estímulos táteis e de pressão.

É importante citar também a presença dos bulbos terminais de Krause, presentes em regiões da pele sem pelos. Estes são receptores térmicos de frio.

De acordo com especialistas, o tato é o primeiro sentido a se desenvolver no homem. Ele é fundamental para o desenvolvimento e o aprendizado das crianças.

Leia também:

Doenças que afetam o tato

Os receptores do tato são importantes, pois nos ajudam a perceber diferenças de pressão, de temperatura, de transferência de energia térmica e de textura. Os mecanismos que agem no sentido do tato estão presentes na derme, a segunda camada da pele.


Algumas células especializadas e corpúsculos sensoriais mecanorreceptores e termorreceptores também estão envolvidos neste sentido humano. Confira:

Corpúsculos de Ruffini – Atuam na percepção de distensões da pele e calor.

Termorreceptores – Atuam na percepção do calor e do frio.

Mecanorreceptores – Atuam na recepção sensorial de pressão e estímulos mecânicos.

Leia também! Assuntos relevantes