Doenças que afetam o tato

Doenças que afetam o tato

Por

Algumas doenças são capazes de afetar o sentido do tato humano. Entre os problemas que podem prejudicar o tato, temos várias doenças dermatológicas, como a micose, a frieira, a acne, as verrugas e o câncer.

As micoses são infecções causadas por fungos; a frieira também é provocada por fungos e pode se espalhar pelo corpo por contato direto; a acne é provocada por alterações hormonais e pelo aumento da secreção produzida pelas glândulas sebáceas; as verrugas são um tipo de tumor benigno causado por infecções; e o câncer de pele é causado por uma mutação descontrolada das células.

Agora, além das doenças dermatológicas mais comuns, também temos outros problemas de saúde que afetam o tato. Entre essas doenças mais complexas, temos a Hanseníase, uma doença infecciosa que atinge a pele e os nervos dos braços, mãos, pernas, pés, rosto, orelhas, olhos e nariz.

A Hanseníase provoca uma diminuição da sensibilidade da pele ao calor, à dor e ao tato. A hanseníase é transmitida por meio do bacilo de Hansen, por vias respiratórias.

Outros problemas que podem afetar o tato são as lesões da medula espinhal, principal ligação entre o cérebro e o corpo. Uma parte da medula espinhal contém os nervos motores, que transmitem informações aos músculos. A outra parte da medula controla os nervos sensitivos que atuam sobre o tato.

Quando a medula espinhal é lesada pode ocorrer paralisia dos membros inferiores e a pessoa lesionada pode perder a sensibilidade. Os indivíduos com esclerose múltipla ou mielite transversa aguda também podem apresentar uma perda progressiva da sensibilidade.

Leia também! Assuntos relevantes