Romantismo no Brasil

Romantismo no Brasil

Por

O romantismo foi marcado pelo nacionalismo e o sentimentalismo.

No Brasil, o Romantismo surgiu no momento em que a colônia seguia para a independência de Portugal. A partir de 1822, o sentimento de nacionalismo toma conta do país e passa a refletir na produção literária.

Durante o Romantismo a literatura se tornou mais popular no país graças ao emprego de temas como a exaltação da pátria e a criação dos heróis nacionais. O romantismo também foi tomado pelo sentimentalismo e o subjetivismo.

Os poetas românticos se consideravam o centro do universo. Eles usavam drogas, como o álcool e o ópio, na inspiração para devaneios criativos.

Os autores românticos empregavam a saudade, a idealização da sociedade, do amor e da mulher. As últimas fases do Romantismo brasileiro, a partir de 1860, tratavam das transformações econômicas, políticas e sociais que o Brasil vivia.

Quanto à estrutura, os autores românticos usavam o verso livre, sem métrica e estrofação, e o verso branco, sem rima.

Vamos conhecer alguns autores do Romantismo Brasileiro:

Casimiro de Abreu - Poeta brasileiro nascido em São João da Barra, no estado do Rio de Janeiro. Escreveu “As Primaveras”, coletânea de poemas.

José Martiniano de Alencar - É considerado o fundador do romance brasileiro. A obra de Alencar é repleta de nacionalismo. Escreveu “O Guarani”, “Iracema”, “Ubirajara”, “As Minas de Prata”, “O Garatuja”, “O Ermitão da Glória”, “Lucíola”, “A Pata da Gazela”, “O Gaúcho”, “O Tronco do Ipê”, e “O Sertanejo”.

Antônio Frederico Castro Alves – Poeta brasileiro nascido na Bahia. Escreveu “A Canção do Africano”, “A Cachoeira de Paulo Afonso”, “A Revolução de Minas” e o livro “Espumas Flutuantes”.

Manuel Antônio Álvares de Azevedo - Poeta brasileiro nascido em São Paulo. Escreveu “Lira dos Vinte Anos”, “A Noite na Taverna” e “Conde Lopo”.

Antônio Gonçalves Dias - Poeta brasileiro nascido no Maranhão. Escreveu “Canção do Exílio”, “Os Primeiros Cantos”, “Os Segundos Cantos e Sextilhas de Frei Antão” e “Últimos Cantos”.

Joaquim Manuel Macedo – Esse romancista brasileiro nasceu no Rio de Janeiro. Foi considerado um dos pioneiros do romance no Brasil. Escreveu “A Moreninha”, “O Forasteiro”, “O Moço Louro”, “Os Dois Amores”, “O Culto do Dever” e “A Namoradeira”.

Leia também! Assuntos relevantes