Princípios do Totalitarismo

O Totalitarismo, ou Regime Totalitário, existiu e ainda existe em diversos países do mundo. Trata-se de uma forma de governo baseada no controle absoluto do poder por uma única pessoa.

Esse regime político controla diversos aspectos da vida da população, como a liberdade expressão e de manifestação, por exemplo. São governos que usam da autoridade para regular a economia, controlar os grupos sociais e evitar protestos ou críticas.

Os regimes totalitários têm algumas ferramentas importantes para manter seu poder, como a forte propaganda política, a manipulação dos meios de comunicação, a existência de um único partido político, o uso de decretos, o terrorismo e o controle da massa, principalmente por meio do medo. São governos fechados, onde uma pessoa tem poder soberano, absoluto e abusivo.

Alguns exemplos de regimes totalitários foram o Fascismo, na Itália; o Nazismo, na Alemanha; e o governo de Joseph Stálin, na União Soviética.


Confira os princípios que são a base do Totalitarismo

O Totalitarismo surgiu na Europa no mundo contemporâneo. As principais características desses regimes são:

1 – Controle – O governo tem grande poder e influência na vida dos cidadãos, regulando sua liberdade de expressão, as informações disponibilizadas pelos veículos de comunicação, a economia, o trabalho e outras questões da vida pública e privada da população.

2 – Poder – A ideologia política por trás do totalitarismo permite a existência de apenas uma orientação partidária, a fim de evitar conflitos de interesses. Existe apenas um único partido, com poder absoluto.

3 – Economia – O regime totalitário realiza várias intervenções econômicas, controla as empresas estatais, desenvolve a indústria e controla a classe trabalhadora.

4 – Repressão – Vários instrumentos de repressão são utilizados, como a censura, a perseguição política e a violência. Tudo é justificado pelos interesses nacionais. Não existe liberdade civil. O controle policial é baseado na tortura física e psicológica.

5 – Hegemonia – Tudo é permitido para manter a hegemonia de poder no regime totalitário. O uso de força é frequente e a visão ideológica do governo precisa ser aceita pela sociedade. O controle dos meios de comunicação também é um princípio básico do totalitarismo.

Ainda hoje, existem governos que utilizam algumas características totalitárias em seus países, impondo um controle total às suas populações e com a inexistência de liberdades e direitos básicos. Um exemplo claro é a Coreia do Norte, que tem um governo tipicamente totalitário, fechado, violento e controlador, no qual o poder se concentra apenas nas mãos de um homem, o líder Kim Jong-un.

Leia também! Assuntos relevantes