Poluição das Águas

Poluição das Águas

Por

O ecossistema aquático é extremamente susceptível de sofrer poluição e contaminações derivadas das atividades humanas.

Atividades econômicas como agricultura, indústria e também de forma muito significativa a urbanização descontrolada e mal planejada, geram uma enorme quantidade de efluentes originados de processos de produção de bens, irrigação de lavouras, aplicação de agrotóxicos, uso para atividades domésticas, lançamento de esgotos etc.

A quantidade de água disponível no mundo, que possa ser prontamente aproveitada nestes processos, é relativamente muito pequena, e mal distribuída geograficamente, existindo regiões áridas onde as populações se enfrentam violentamente em disputa por territórios que comportam pequenos cursos d\'água indispensáveis a sua sobrevivência e desenvolvimento. Por outro lado, regiões como a Amazônia e o Pantanal Matogrossense por exemplo, possuem gigantescas bacias hidrográficas, com uma inestimável biodiversidade ligada ao ecossistema formado por estas condições de umidade.

Entretanto, a espécie humana não tem se dado conta dos processos destrutivos e suicidas que pressionam estes importantes ecossistemas aquáticos, de água doce ou mesmo de água salgada.

O controle de lançamentos de poluição nestes compartimentos tem sido um desafio aos governos mundiais que buscam através de instrumentos legais e tecnológicos conter a degradação das bacias hidrográficas mais importantes para a sobrevivência dos seus povos .


PRINCIPAIS POLUENTES LANÇADOS NOS CORPOS D\'ÁGUA

Elementos diversos são lançados nos corpos d\'água por estas atividades humanas.

Estes elementos, em alguns casos são necessários a sobrevivência dos seres vivos, entretanto, isto só é verdade, quando seu gradiente de concentração se encontra dentro dos limites necessários a ocorrência do metabolismo biológico, pois quando este gradiente passa a ser muito elevado ou durante um longo período, ao contrário seu efeito é destrutivo às cadeias biológicas, e se estendendo sempre ao ambiente humano.

Observe a tabela:

DOENÇAS TRANSMITIDAS DIRETAMENTE ATRAVÉS DA ÁGUA:


- cólera.

- febre tifóide.

- febre paratifóide.

- disenteria bacilar.

- amebíase ou disenteria amebiana.

- hepatite infecciosa.

- poliomelite.

DOENÇAS TRANSMITIDAS INDIRETAMENTE ATRAVÉS DA ÁGUA:


- esquistossomose.

- fluorose.

- malária.

- febre amarela.

- bócio.

- dengue.

- tracoma.

- leptospirose

- perturbações gastro-intestinais de etiologia escura.

- infecções dos olhos, ouvidos, gargantas e nariz.

Leia também! Assuntos relevantes