Floriano Peixoto

Por

Floriano Vieira Peixoto foi um importante político brasileiro. Ele nasceu no dia 30 de abril de 1839, em Ipioca, distrito da cidade de Maceió, no Alagoas.

Vindo de uma família pobre de lavradores, Floriano Peixoto acabou criado pelo tio, o coronel José Vieira de Araújo Peixoto.

Floriano Peixo estudou o ensino primário em Maceió. Em seguida, foi enviado pela família para o Rio de Janeiro, onde estudou na Escola Militar. Nessa fase de sua vida, Floriano tinha apenas 16 anos de idade.

Na juventude, ao entrar para o exército brasileiro, foi enviado para a Guerra do Paraguai. Ele desempenhou o papel de ajudante general-de-campo durante todo o conflito.

Depois de voltar da guerra, Floriano Peixoto encontrou o Brasil vivendo o auge do movimento republicano. Ele não quis fazer parte da conspiração e também não entrou para o combate das tropas republicanas que estavam rebeladas.

No dia da Proclamação da República, Floriano se negou a atacar as tropas republicanas, alegando que no Paraguai, ele lutava contra inimigos, mas que não iria lançar fogo contra brasileiros. Depois disso, ele mesmo acabou fazendo parte do movimento republicano.

Já instaurada a República no Brasil, Floriano Peixoto iniciou sua carreira política em altos cargos do governo. Primeiro, ele ocupou o Ministério da Guerra, em 1890. Em seguida, foi eleito vice-presidente de Deodoro da Fonseca, em 1891.

Após a renúncia de Deodoro da Fonseca, Floriano Peixoto assumiu a presidência do Brasil, cargo que ocupou até 1894.

Durante a presidência de Floriano Peixoto, a política nacional foi tocada no chamado sistema "mão de ferro". Floriano Peixoto era apontado como um presidente ditador e enérgico.

Durante seu governo ele teve que agir para conter várias rebeliões. Por isso, ficou conhecido como o “Consolidador da República”.

Depois de concluir o mandato como presidente da república, Floriano abandonou a política. Ele faleceu na cidade de Barra Mansa, no Rio de Janeiro, em 26 de junho de 1895. A cidade de Florianópolis, em Santa Catarina, recebeu esse no em homenagem a Floriano Peixoto.

Leia também! Assuntos relevantes