Extinção de espécies


 Compartilhar no facebook
 Compartilhar no twitter


Extinção de espécies

Por Juliana, Grupo Escolar

O planeta vive uma situação crítica no que diz respeito ao risco de extinção de diversas espécies. Na prática, uma espécie está sob forte ameaça de extinção quando 75% de sua população desaparecem da face da Terra. Esse desaparecimento é, quase sempre, resultado das ações humanas.

Nosso planeta está praticamente à beira de uma fase de extinção em massa de diversas espécies. Fatores como a poluição, a destruição da biodiversidade e dos ecossistemas e o desmatamento para fins agropecuários estão entre as principais causas da extinção de espécies animais e vegetais.

Uma espécie é considerada extinta quando todos os seus indivíduos somem do planeta. Infelizmente, a velocidade desse desaparecimento da diversidade tem sido cada vez mais acelerada. Atividades como a caça, a pesca exagerada e o contrabando de animais também são responsáveis pelo risco de extinção.

A última grande extinção em massa do planeta aconteceu há 65 milhões de anos, com os dinossauros. Mas, hoje, ao menos 322 espécies de vertebrados também já foram extintas da Terra.

Cerca de 67% das espécies do planeta já passaram por um grave declínio populacional. Os anfíbios estão entre os vertebrados mais ameaçados de desaparecimento total nos próximos anos, com destaque para as espécies de sapos.

A extinção das espécies pode acontecer de maneira natural, causada por fenômenos de grandes dimensões, como meteoros e vulcões; por causa da ação do homem ou por meio da seleção natural. Dentro deste contexto, o homem surge como o responsável pela degradação acelerada do meio ambiente, com a poluição de rios e oceanos, do solo e do ar.

É importante dizer que toda extinção de espécie provoca um desequilíbrio ambiental, que é muito prejudicial para a vida na Terra, pois compromete a cadeia alimentar e os processos naturais do planeta.




Leia também! Assuntos relevantes.

Extinção do Permiano
A extinção do Permiano aconteceu no fim da era Paleozóica, há cerca de 251 milhões de anos. O episódio foi a extinção em massa mais severa que a Terra...

Histologia Animal
O Tecido Epitelial: a cobertura protetora do corpo Cobrindo o nosso corpo e forrando seus tubos e suas cavidades internas, encontramos um tecido, for...

Fisiologia animal
A fisiologia é uma área da biologia que busca estudar e compreender as funções mecânicas, físicas e bioquímicas que estão presentes nos seres vivos. N...

Animal que leva sua casa nas costas
A espécie animal mais conhecida por levar sua casa nas costas é, sem dúvida, a tartaruga. Na verdade, o casco é uma estrutura que atua como uma forma ...

Animal que começa com a letra m
No reino animal podemos encontrar algumas espécies que têm a letra M como inicial. Fique atento à seleção que preparamos para você e tenha sempre na p...

O Reino Metazoa ou Animalia
Aqui se enquadram todos os seres vivos que são qualificados tipicamente como animais. O reino é extremamente heterogêneo e as características mais c...

Animais em extinção região sudeste
A região Sudeste do Brasil concentra o maior número de mamíferos, anfíbios e répteis ameaçados de extinção. A área que tem mais espécies ameaçadas é a...

Árvores do Brasil em Extinção
ÁRVORES BRASILEIRAS EM EXTINÇÃO Dentre a literatura sobre árvores nativas brasileiras mais conhecidas, não constam muitos detalhes sobre as espécies ...

Animal que começa com a letra N
Pode até ser difícil lembrar de uma espécie animal que comece com a letra N, mas existem alguns tipos de animais que têm essa letra como inicial. Conf...

Fale Conosco | Feed / RSS | Google + | Twitter |

Novos assuntos sobre educação no seu e-mail

Site destinado a educação, estudos, informação e pesquisa escolar. Não incentivamos a prática de trabalhos escolares prontos.

Somos um veículo de comunicação. Não compactuamos com nenhuma opinião sobre nenhum tema.

Cópia ou reprodução de conteúdo somente se citada a fonte.

© 2016 - Grupo Escolar - Todos direitos reservados