Dengue


 Compartilhar no facebook
 Compartilhar no twitter


Dengue

Por Juliana, GrupoEscolar

Dados divulgados pelo Ministério da Saúde apontam que, em 2015, o Brasil registrou cerca de 1,59 milhão de casos de dengue. Os dados foram computados até o dia 5 de dezembro, o que alerta para o fato de que o número de vítimas do vírus pode ter sido ainda maior.

As regiões Sudeste e Centro-Oeste são as que apresentam maior taxa de casos de dengue, com destaque para São Paulo e Goiás, que tiveram, respectivamente, incidências aproximadas de 2.438 e de 1.640 casos para cada 100 mil habitantes. As cidades mais afetadas foram: Onda Verde, Rio Claro, Sorocaba e Campinas.

Os números apontam para o maior número de casos de dengue e de mortes da história. Cerca de 839 pessoas morreram por causa da dengue em 2015, e a situação em 2016 deve ficar ainda mais complicada por causa das outras doenças que também são transmitidas pelo mosquito: a Zika e a Chikungunya.


Entenda a doença

A dengue, assim como a Chikungunya e a Zika, é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti. A dengue pode ser classificada como uma doença febril aguda, que é causada por vírus. A doença é muito comum no mundo, principalmente em países em desenvolvimento e com clima tropical, como é o caso do Brasil.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), de 50 a 100 milhões de pessoas pegam dengue todos os anos em mais de 100 países, em todos os continentes. A doença tem quatro tipos: o DEN-1, DEN-2, DEN-3 e o DEN-4.

O grande perigo da dengue é a possibilidade de evolução para a dengue hemorrágica ou para a síndrome do choque da dengue, que são acompanhadas por sangramento e queda da pressão arterial. Nestes casos, o risco de morte é considerável.


Como surgiu a dengue?

O primeiro caso de dengue no Brasil foi registrado em 1865, em Recife. Depois disso, a doença passou a ser classificada como epidêmica.

O mosquito Aedes aegypti teria chegado ao nosso país por meio dos navios negreiros. A dengue chegou a ser erradicada no Brasil no início do século XX, pelo médico Oswaldo Cruz, mas voltou a aparecer em 1980.

O Aedes aegypti vive em áreas tropicais e subtropicais, e coloca seus ovos em fontes de água limpa e parada.


Prevenção da dengue

A única forma de prevenção é acabar com a proliferação do mosquito e, para isso, é fundamental a participação da população no combate aos focos do Aedes. Além disso, é importante o uso de repelentes em áreas que já apresentam casos da doença.

Os sintomas da dengue são: febre alta, dor de cabeça, fadiga, dor muscular, dor nas articulações e vômitos. Já na dengue hemorrágica o paciente apresenta, além dos sintomas clássicos, problemas na coagulação do sangue. A doença precisa de tratamento rápido e adequado.

A dengue só é transmitida pelo mosquito. Depois de picado, o paciente demora até 15 dias para manifestar a doença.

Cuide da sua casa e evite lugares e recipientes que possam acumular água. A dengue pode matar e precisa ser combatida no Brasil.






Leia também! Assuntos relevantes.

Tratamento da Dengue
O doente deve se manter em repouso, beber muito liquido e só usar medicamentos para aliviar as dores e febres, com exceção de aspirinas e AAS. Mas ...

Tipos da Dengue
A dengue é uma doença viral, que ataca em lugares com características tropicais. O vírus causador da doença existe em quatro sorotipos. Em alguns p...

Os Vírus
Vírus (do latim, virus, veneno) são agentes infectantes de células vivas, causadores de doenças em animais e plantas, e capazes de atacar outros organ...

Vírus Zika
O Ministério da Saúde divulgou, no dia 12 de janeiro de 2016, que o Brasil já registra 3.530 casos suspeitos de microcefalia causados por Vírus Zika. ...

Retrovírus
O retrovírus, ou RNA, é um tipo de vírus conhecido pelos cientistas há mais de 50 anos. Este vírus se repete numa célula hospedeira utilizando a enzim...

Febre Amarela
Outra virose que tem registrado uma aumento significativo de casos é a febre amarela, notadamente em estados como Minas Gerais, Goiás, Tocantins e Par...

Vírus Chikungunya
Um novo tipo de vírus tem chamado a atenção do mundo. O vírus Chikungunya, causador da febre Chikungunya, surgiu na África e migrou para a Ásia e para...

Gripe Espanhola foi provocada por um vírus das aves
Em 1917-18, uma estirpe particularmente virulenta de vírus da gripe causou uma pandemia (epidemia mundial) da doença, com efeitos devastadores 50 milh...

Qual é a diferença entre a febre chikungunya e a dengue?
Duas doenças preocupam o Brasil: a dengue e a febre chikungunya. Apesar de serem transmitidas pelo mesmo mosquito, as duas doenças apresentam alguma...

Febre Paratifóide
A febre paratifóide é mais rara que a tifóide. Produzida pela Salmonella paratyphi dos tipos “A”, “B” ou “C”, sua fonte de infecção é a mesma da febre...

Fale Conosco | Feed / RSS | Google + | Twitter |

Novos assuntos sobre educação no seu e-mail

Site destinado a educação, estudos, informação e pesquisa escolar. Não incentivamos a prática de trabalhos escolares prontos.

Somos um veículo de comunicação. Não compactuamos com nenhuma opinião sobre nenhum tema.

Cópia ou reprodução de conteúdo somente se citada a fonte.

© 2016 - Grupo Escolar - Todos direitos reservados