Ciclos de energia na Terra

Ciclos de energia na Terra

Por

A vida na Terra é possível graças aos diversos ciclos de energia que abastecem o planeta. O principal ciclo energético da Terra é mantido pelo Sol, que fornece calor e luz, essenciais para a manutenção da vida.

O planeta também conta com o ciclo da matéria, com o ciclo da água, com o ciclo dos nutrientes essenciais e com a gravidade. Geologicamente, a origem de toda a energia da Terra está na gravidade. Contudo, também existem fundamentos químicos e físicos para os ciclos de energia do planeta.

A Terra tem uma energia própria interior, chamada de energia primária; e tem a energia solar. De uma forma geral, essas duas energias básicas são comandadas por um fenômeno central: a gravidade.

Para a física, a matéria é a energia condensada, e a energia é a matéria desintegrada. Todas as formas de vida do planeta passam por mudanças energéticas. A energia da superfície terrestre, em forma de luz, está em equilíbrio com a energia que sai da superfície em forma de radiação térmica.

O ciclo da água também é importante para a distribuição de energia na Terra. A crosta terrestre tem 71% dos territórios ocupados por água, o que equivale a 362 milhões de quilômetros quadrados de oceanos, mares, rios e lagos. Toda essa água necessita de energia para ser aquecida, mudar de estado e garantir o ciclo hidrológico que forma as chuvas, o vapor e a neve.

A capacidade térmica da água faz com que a energia possa circular por todo o globo terrestre, promovendo, inclusive, trocas de energia entre as diversas regiões do planeta. As propriedades térmicas da água influenciam a distribuição da energia solar por meio das correntes marítimas e do ciclo da chuva.

Leia também! Assuntos relevantes