Apartheid

Por

O apartheid foi uma política de segregação racial adotada na África do Sul. Durante esse período, a minoria branca do país tinha diversos privilégios, enquanto os negros eram marginalizados.

No apartheid, apenas os brancos tinham direito a voto e poder político e econômico. A maioria negra da África do Sul vivia sob uma legislação separatista.

Essa política de segregação racial começou a vigorar em 1948, como iniciativa do Novo Partido Nacional (NNP). O apartheid proibia os negros de comprar terras, os obrigava a viver em zonas residenciais segregadas e proibia casamentos e relações sexuais entre brancos e negros.

A resistência contra essa política ficou evidente em 1960, quando a polícia matou 67 negros durante uma manifestação. O episódio ficou conhecido como “Massacre de Sharpeville”.

O principal líder da África do Sul contra o apartheid foi Nelson Mandela, preso em 1962 e condenado à prisão perpétua. Até mesmo a Organização das Nações Unidas (ONU) entrou na luta contra o regime racista.

Apenas em 1990, Nelson Mandela foi libertado e as leis raciais foram eliminadas. Em 1992, durante um plebiscito realizado apenas com brancos, 69% dos eleitores da África do Sul votaram pelo fim do apartheid.


Veja a aula sobre o apartheid do professor João Luís Machado:


Nelson Mandela ganhou o Prêmio Nobel da Paz, em 1993, por sua atuação contra a política de segregação racial. Em abril de 1994, ele foi eleito presidente da África do Sul.

Leia também! Assuntos relevantes