Ataque Surpresa Japonês a Pearl Harbor

Pearl Harbor é um porto localizado na ilha de Oahu, no Havaí, a oeste de Honolulu. O porto pertence aos Estados Unidos e é utilizado como base naval em águas profundas do país.

A história desse porto foi marcada por um ataque realizado pelo Império do Japão, no dia 7 de dezembro de 1941. Esse ataque levou os Estados Unidos a entrarem na Segunda Guerra Mundial.

O conflito começou pouco antes das 8 da manhã de 7 de dezembro de 1941, quando centenas de aviões de combate japoneses atacaram a base naval americana. O ataque durou apenas duas horas, mas foi devastador.

Pilotos japoneses recebem instruções
Pilotos japoneses recebem instruções a bordo de um porta-aviões antes do ataque a Pearl Harbor, cena de um jornal japonês.
Crédito da Foto: AP Photo

Navio USS Shaw explodido, 1941
Navio USS Shaw explode depois de ser atingido por bombas durante o ataque surpresa japonês a Pearl Harbor, no Havaí, 7 de dezembro de 1941.
Crédito da foto: AP Photo, U.S. Navy

Na ocasião, os japoneses conseguiram destruir cerca de 20 navios de guerra norte-americanos e quase 200 aviões. Mais de 2.000 soldados e marinheiros americanos morreram no ataque, e outros 1.000 ficaram feridos.

Fotografia aérea, tirada por um piloto japonês
Fotografia aérea, tirada por um piloto japonês, é possível ver um bombardeiro japonês ao fundo no lado inferior direito.
Crédito da foto: Library of Congress

Marinheiros entre os aviões destruídos na Estação Naval/Aérea Ford Island
Marinheiros entre os aviões destruídos na Estação Naval/Aérea Ford Island, enquanto observam a explosão do USS Shaw em segundo plano, durante o ataque surpresa japonês em Pearl Harbor, no Havaí, 7 de dezembro de 1941.
Crédito da foto: AP Photo

Um dia depois do ataque a Pearl Harbor, o presidente Franklin D. Roosevelt pediu ao Congresso para declarar guerra ao Japão. O Congresso aprovou a declaração com apenas um voto contrário.

Três dias mais tarde, os japonês e seus aliados, Alemanha e Itália, também declararam guerra aos Estados Unidos.

O ataque a Pearl Harbor foi uma resposta do governo japonês às sanções econômicas e embargos comerciais estabelecidos pelos Estados Unidos contra o país, e também uma vingança pelo fato dos norte-americanos se posicionarem contra as tentativas japonesas de expansão territorial e tomada do mercado de importação da China.

Para os japoneses, Pearl Harbor foi um plano estratégico para destruir a frota do Pacífico. Dessa forma, os americanos não seriam capazes de lutar contra as forças armadas do Japão que estavam espalhados por todo o Sul do Oceano.

Apesar do ataque surpresa, os japoneses não conseguiram paralisar a frota norte-americana. A Marinha dos EUA foi capaz de se recuperar de forma relativamente rápida depois do ataque.

Sobre a 2ª Guerra Mundial

Leia também! Assuntos relevantes